Amigo da Madrugada

Giordano Bruno

Amigo da madrugada eu sou
Eu vou vivendo assim
Metendo o pé na estrada eu vou
Vou perseguindo o destino

Sonhos, projetos, viagens
Caminhos paisagens que não tem mais fim
Em meio a noite selvagem
É que pulsa o meu coração de menino

Amigo da madrugada eu sou
E as noites pra mim são verões
Eu vejo o claro no escuro da noite
E o brilho das minhas ilusões

Enquanto eu sigo o caminho que me leva
Ao acaso, a caça, a casa
Na trilha entre o peito e a mente
Me surgem palavras que eu canto de graça

Amigo da madrugada eu sou
E que surja a nova manhã
Se não, não chega a noite de novo
E o começo da disposição

E metabolisticamente falando
O inverso se torna melhor
Pois enquanto ronca o mundo
O trabalho e tranquilo e sem tanto suor

Amigo da madrugada
Vida é pra gastar
Um pouco de cada vez pra nunca se acabar
Amigo da madrugada
Vida é pra gastar
Um pouco de cada vez para nunca
Pra nuca não se acabar

Composição: Giordano Bruno
Enviada por Aenderson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Giordano Bruno

Ver todas as músicas de Giordano Bruno