A Medida

Gerson Conrad e Zezé Motta

Eu sou a medida
Dos ventos da fome e do medo
Eu sou a medida
Do que compra e do que é comprado
Do servo ao patrão
Da mãe e da cruz do perdão
Da solidão dessa mesa posta

Eu sou a medida
Do gesto contido o receio
Eu sou a medida
Do riso nervoso dos meios
Da casa arrumada
Da mulher amada
A medida do passado que
Condenam os homens

Composição: Gerson Conrad / Paulinho Mendonça
Enviada por Helio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Gerson Conrad e Zezé Motta

Ver todas as músicas de Gerson Conrad e Zezé Motta