Making The World My Tomb

Funeral

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Making The World My Tomb

Uniting with the soil
Clasping the earth and its endless mould
Preserving its soft mire
Underneath heavy lids

Tired by the weight, of the world
Blinded by its cruelty
A pain so superfluously vivid
Yet in its realization
I find peace

And linger in my tomb
Where none holds sway
But the ones that feed
With much excitement

My glistening children
Frantic with gluttony
With them I’ll soon have wings
And together we will grow
Out of the earth
Lowering up like an angel of death
Cadaveric and reeking
In alt its putrescent glory

And with the hot summer's night
Thus i swarm towards the sky
Drifting in the moist breeze
Sweeping the earth
Like autumn leaves

A black horde carries my name
Nourishing on death
And drinking decease
But before long
The coup will he of life's irony

Suffering a thousand deaths anew
I’ll be raining silent and cold
Out of the heavens
Making the world ray grave

Aeons have passed
The cycle remains eternal

Kills me harder
Hurts me longer
Than death ever could

Tornar o mundo Meu Tomb

Unindo-se com o solo
Apertando a terra e seu molde sem fim
Preservando sua lama macia
tampas debaixo de pesados

Cansados ​​por peso, do mundo
Cego pela sua crueldade
Uma dor tão supérflua vívida
No entanto, na sua realização
I encontrar a paz

E descansar em meu túmulo
Onde nenhum reina
Mas os que se alimentam
Com muita emoção

Meus filhos brilhantes
Frantic com gula
Com eles eu vou ter em breve asas
E juntos vamos crescer
Fora da terra
Abaixando-se como um anjo da morte
Cadaveric e cheirando
Em alt sua glória putrescent

E com a noite do verão quente
Assim i enxame para o céu
À deriva na brisa úmida
Varrendo a terra
Como folhas de outono

Uma horda preto carrega meu nome
Nutritivo sobre a morte
E falecimento potável
Mas em pouco tempo
O golpe será que ele de ironia de vida

Sofrendo mil mortes de novo
Vou estar chovendo silenciosa e fria
Fora dos céus
Fazendo a sepultura ray mundo

Eternidades passaram
O ciclo continua eterna

me mata mais difícil
me dói mais
Que a morte jamais poderia


Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Funeral

Ver todas as músicas de Funeral