Amanda

Fernando

Olha, Amanda
Ouça com atenção
As batidas que ecoam na cama
Elas vem de seu coração

Sinta o ritmo
Que diminui o tom do meu violão
Pois está vindo, Amanda
A mais obscura solidão

Veja, Amanda
Ouça o seu coração
Escute o que ele tem a dizer
Lhe dê devida atenção

Ele quer este pecado que vem todos dias a te cantar
Que te prende na janela, sem tramela
E guardar o mais humilde elogio, sem se achar
Amanda, dos meus cantos é a mais bela
E igual a esta Amanda, alguma não há

Entenda Amanda, o seu desespero
Que faz parte de ti, é apenas o seu tempero
Mas não tempere exageradamente esse seu desvaneio
Ou ele irá virar um prato cheio para seu medo

Vá, Amanda e não ligue para este seu medo mais profano
Abrace a felicidade, se livre do escuro, se cure desta dor
E verás que ao ouvir as vontades do seu coração, não encontrará nenhum engano
Irá encontrar o fruto mais bendito deste seu amor

Amanda...
Amanda...
Amada
Mulher!


Posts relacionados

Ver mais no Blog