Tá Na Cara

Doralyce

Não precisa de mistério
Você sabe o que eu quero
Basta olhar
Tá na cara

Depois que me apareceu
E me rendeu o céu desceu
Tô mais calma
Fala o que eu quero ouvir
Me pega de um jeito que eu nunca vi
Tô presa no jardim do teu querer

Me banhei no teu açude
Bebi da tua fonte
Me lembro ainda ontem
Do nada me apareceu
Agora ta na linha
Prometeu só ser minha
Vou te mostrar que uma mulher
Pode ser quantas quiser
Só essa noite eu fui umas três
Então vai de vagar
Não coma tudo de uma vez
Tem mais

Teu som liberta e me encanta
Eu já me dou como criança
Eu quero ter você demais
Vou te contar não tem segredo
Eu já sou sua não medo

Se não eu
Quem vai abrir as portas desse teu jardim
As flores são doidas por mim
Se não eu
Quem vai abrir as portas desse teu jardim
As flores são doidas por mim

Se não eu
Quem vai abrir as portas desse teu jardim
As flores são doidas por mim
Se não eu
Quem vai abrir as portas desse teu jardim
As flores são doidas por mim

As flores são doidas por mim
As flores são doidas por mim
As flores são doidas por


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Doralyce

Ver todas as músicas de Doralyce