Ven a Ver (part. Morad)

DELLAFUENTE

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Ven a Ver (part. Morad)

[Dellafuente]
Bonita es la libertad que poquitos los que saben
Valora lo que es de verdad el oído no me lo regale
Bonita la lealtad y que poquitos los leales
Ahora yo miro pa’tras, yo veo que me quieren dar

[Dellafuente y Morad]
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mamá
Qué bonita es la vida que vivo
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mama, que consigo todo lo que persigo

[Dellafuente]
Tú que ves lo que nadie más ve (ve)
Yo que sé lo que nadie más sa (be)
Dame que me llene de tu fe (fe)
Deja que me cure ese jara (be)
Una noche que nadie nos ve (a)
Llega y me recoge con la na (ve)
Le llevamos a donde nadie lle (ga)
A un planeta que nadie más sa (be)
Raf Simons delicados que me han vuelto primo
En París comiendo embutido
He cumplido lo prometido
Estoy viviendo la vida como sé
Preparando un bolo en el Lycée
Regalo lo que me puse ayer
Viendo a Brahim en el Bernabé (u)

[Dellaguente y Morad]
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mamá
Qué bonita es la vida que vivo
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mama, que consigo todo lo que persigo

[Morad]
Qué bonito sería yo verte como el Sol y su amanecer
Y qué malo sería perderte si yo no te volviese a ver
Y qué bonita la libertad
Y qué bonito sería declarar
Sin un abogado entre medio
Sin un juez que te mire serio
Que poquitos son los que saben
Y muchos los que están hablando
No es lo mismo hacer maldades
A tú estar el mal haciendo
No es lo mismo a que tú colabores
A que calles en lo tuyo
Aunque luego tu mama te llore
Al chivato, lo concluyo

[Dellafuente]
Bonita es la libertad que poquitos los que saben
Valora lo que es de verdad el oído no me lo regale
Bonita la lealtad y que poquitos los leales
Ahora yo miro pa’tras, yo veo que me quieren dar

[Dellafuente y Morad]
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mamá
Qué bonita es la vida que vivo
Uh, pa na
Pa na’, aquí to' eso es pa’na, si no ven a ver
Uh, mama, que consigo todo lo que persigo

Venha e veja (parte. Morad)

[Dellafuente]
Bom é a liberdade que poucas pessoas que conhecem
Valorize o que realmente é o ouvido, não me dê
Boa lealdade e poucos leais
Agora eu olho para trás, vejo que eles querem me dar

Dellafuente e Morad
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Uh mãe
Quão bela é a vida que eu vivo
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Mãe, eu recebo tudo o que persigo

[Dellafuente]
Você que vê o que ninguém mais vê (vê)
Eu sei o que ninguém mais diz
Me dê para me encher com sua fé (fé)
Que aquele jara me cure (seja)
Uma noite em que ninguém nos vê
Ele chega e me pega com o na (vai)
Levamos você para onde ninguém chega (GA)
Para um planeta que ninguém mais vê
Raf Simons delicado que me fez primo
Em Paris comendo salsicha
Eu cumpri o que foi prometido
Estou vivendo a vida como eu sei
Preparando um bolus no Lycée
Presente o que eu coloquei ontem
Vendo Brahim nos Barnabé (u)

Dellaguente e Morad
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Uh mãe
Quão bela é a vida que eu vivo
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Mãe, eu recebo tudo o que persigo

[Morad]
Como seria bom vê-lo como o sol e seu amanhecer
E como seria ruim te perder se eu não te visse novamente
E quão bela liberdade
E como seria bom declarar
Sem um advogado entre
Sem um juiz que olha para você seriamente
Poucos são aqueles que sabem
E muitos que estão falando
Não é o mesmo fazer o mal
Para você estar errado fazendo
Não é o mesmo que você colabora
Que ruas nas suas
Embora então sua mãe chore por você
Para a espreitadela, concluo

[Dellafuente]
Bom é a liberdade que poucas pessoas que conhecem
Valorize o que realmente é o ouvido, não me dê
Boa lealdade e poucos leais
Agora eu olho para trás, vejo que eles querem me dar

Dellafuente e Morad
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Uh mãe
Quão bela é a vida que eu vivo
Ah, não
Pa na ', aqui para' isso é pa'na, se você não vem ver
Mãe, eu recebo tudo o que persigo

Composição: Morad / Pablo Enoc Bayo / Yannick Mahouto
Enviada por Madelene.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog