Lustration

Circa Survive

Original Tradução Original e tradução
Lustration

Fed by hand and caught with force
Our bed, sweet death will foreclose on everybody's tongues
She'll freeze and break your heart
My love who's left to console the choir
I don't want to be the one
I don't want to be the anchor on your chest
Unkept
Have you ever been asleep
I was only keeping up to see you weep
Unfold
Inside the catacomb
The marbles colder than ice
Our match is damp
Lit with a separate hand
I see into your world
You make no effort to hide
The tourniquet
Candles in a salt ring will dance
You don't have to repent tonight
At all

Tongues will freeze and break apart
My god who's left to concede the cross
I don't want to be the one
I don't want to see the moment you forget
Unfed
In the sharpening of teeth
You will have to feel the grit of the concrete vibrate

Beneath your finger nails they'll find small pieces of stone
You'll face the sun
Cut with the pressure point
Inside the catacomb
The marbles colder than ice
Our match is damp
Lit with a separate hand
I see into your world
You make no effort to hide
The tourniquet
Candles in a salt ring will
Dance
You don't have to repent tonight
Stare gaze in the moon light
We'll burn
You don't have to defend the light at all

My god who's left to cross inside your pressure stare
My love who's left to crawl inside your passage way

Lustração

Alimentado à mão e pego com força
Nossa cama, doce morte, encerrará as línguas de todos
Ela vai congelar e quebrar seu coração
Meu amor que é deixado para consolar o coro
Eu não quero ser o único
Eu não quero ser a âncora no seu baú
Descartado
Você já dormiu?
Eu só estava lá para te ver chorar
Desdobrar
Dentro da catacumba
Os mármores mais frios do que o gelo
Nosso jogo está úmido
Iluminado com uma mão separada
Eu vejo em seu mundo
Você não faz nenhum esforço para esconder
O torniquete
As velas em um anel de sal dançarão
Você não precisa se arrepender esta noite
Em absoluto

Línguas congelarão e se separarão
Meu deus que deixou de conceder a cruz
Eu não quero ser o único
Eu não quero ver o momento que você esquece
Faminto
Na afiação dos dentes
Você terá que sentir o peso do concreto vibrar

Abaixo das unhas do dedo, encontrarão pequenos pedaços de pedra
Você vai enfrentar o sol
Corte com o ponto de pressão
Dentro da catacumba
Os mármores mais frios do que o gelo
Nosso jogo está úmido
Iluminado com uma mão separada
Eu vejo em seu mundo
Você não faz nenhum esforço para esconder
O torniquete
Velas em um anel de sal
Dança
Você não precisa se arrepender esta noite
Olhar fixo na luz da lua
Vamos queimar
Você não precisa defender a luz

Meu deus que é deixado para atravessar a pressão do seu olhar
Meu amor que deixou de rastejar dentro do seu caminho de passagem

Composição: Anthony Green
Enviada por Lucas e traduzida por Guilherme.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog