América, América

César Roldão Vieira

Descendo a montanha
Um rio corta a terra estranha e rompe
América, América
América, América, América

Um grito de revolta para o céu
A selva solta em
América, América, América

O canto da arara cobre a tristeza derradeira
De quem só a última lua viu
E se sumindo pela cordilheira
Ou talvez no colo de América esteja a dormir

As flores do meu vale
Vão se abrir cheirando sangue vivo
América, América, América, América

O pássaro ferido que não pode abrir as asas
Sei que vai voar
América
Porque não morreu
América

E quando essa noite
Se transformar em madrugada
Do leito de cinzas vai retornar pra sua amada

América, América
América, América
América, América
América, América
América

Composição: César Roldão Vieira
Enviada por Helio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog