Bandida

Carlão

Bandida, bandida
Levanto, lavo como, saio, comprimento o dia mas
Só penso em ti, bandida só penso em ti
Metro, autocarro, gravo, ensaio, correria mas
Só penso em ti, bandida só penso em ti

Bom dia minha alegria
Amiga imaginaria, nesta mania
Vem comigo pra ser o ter dia
Baixa, centro, periferia
Seguimos a vontade a curiosidade
Seguimos a vontade pela minha cidade

Paramos na margem para respirar
E beijamos e repetimos da MDB
Não me interessa se tenhas namorado
Não impede de sonhar meio acordado
Se a memória não falha não foi pra aqui convidado
O sonho não, tem condição
Certo ou errado, não é pecado

Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Levanto, lavo como, saio comprimento o dia mas
Só penso em ti, bandida só penso em ti
Metro, autocarro, gravo, ensaio, correria mas
Só penso em ti, bandida só penso em ti
Miúda espera, não é preciso ficar fera

Não sou um tipo bera, apenas preciso quem me dera
Fazer-te rir à toa, fazer-te vir na boa, até a riviera
Desculpa o duplo sentido
Fugiu-me a boca pra verdade mas é tudo sentido
Uma vez por dia, era um homem sucedido
O sal de dados, ficava agradecido
Se nunca acontecer, tu já ganhas-te

Fico a perder, tu já ganhas-te
Plota o endgame, tu já ganhas-te
Baby babei, tu já ganhas-te
Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Bandida
Bandida
Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Bate na rua o Sol forte que derrete
Bate na cara um brilho que promete
Ocupas-me os sonhos todos na tua batida
Roubas-te a minha paz como uma bandida

Composição: Carlão
Enviada por Diogo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog