Alegoria

Carfax

Nem que eu andasse quilômetros para descobrir
E foi bem antes dos trinta que eu pude enxergar
Nem que eu quisesse deitar de frente para o mar
Não me esconda nas sombras pra não ter que olhar

Quem sabe eu não fosse essa alegoria
Cansado das mentiras que pairam no ar
Comendo as migalhas de toda essa trilha
Sem dia nem hora marcada pra acabar
Não vou mentir, eu tenho fome
Seguindo a rua até ela acabar
Sem documento nem sobrenome
Mas um aviãozinho só pra me salvar
Abra os olhos e veja por aí
Onde está toda a verdade que você quer ouvir
É bem mais fácil deitar e não se importar
Até que a confusão bata a porta do seu lar
Ô diabo de beco, que eu não consigo sair
Eu tento e tento, mas não vão me largar
Tá pra quem quer ver, toda a estatística aí...
A um palmo do seu lado
A cada esquina de todo e qualquer lugar

Composição: Marcelo Pompi
Enviada por Lana.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carfax

Ver todas as músicas de Carfax