LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Artistas

As 5 melhores músicas de Bruno Mars

Por Dora Guerra

10 de Junho de 2019, às 07:00


Vencedor de onze Grammys em menos de dez anos de carreira, Bruno Mars é uma estrela inquestionável e tá sempre bem acompanhado: o artista já cantou com Beyoncé, Cardi B, Lenny Kravitz e (surpresa!) já já sai música com o Ed Sheeran.

Antes do lançamento do próximo hit, fizemos uma lista com as melhores músicas do artista e um guia com um pouco da história de sua história.

Primeiro, vamos falar das seguintes músicas:

  • The Lazy Song
  • That’s What I Like
  • When I Was Your Man
  • 24k Magic
  • Uptown Funk

As melhores músicas de Bruno Mars

Bruno Mars já teve muuuuitas, mas muuuuitas músicas no topo dos charts da Billboard. Ou seja, fica até difícil escolher, né? Mas pode deixar que se você sentir falta de alguma, vamos te recomendar uma ótima playlist pra ouvir todos os sucessos. Combinado?

5. The Lazy Song

Sabe quando você acorda e fala “hoje não tô afim de fazer nada”? Surpresa: Bruno Mars tem um reggaezinho só sobre isso, chamada The Lazy Song:

Today I don’t feel like doing anything (Hoje eu não estou com vontade de fazer nada)
I just wanna lay in my bed (Só quero ficar deitado na cama)
Don’t feel like picking up my phone (Não quero atender o telefone)
So leave a message at the tone (Então deixe um recado na secretária eletrônica)
‘Cause today I swear I’m not doing anything (Pois juro que hoje eu não quero fazer nada)

Quem nunca? 😂 Vem ver a tradução completa aqui!

Já o clipe icônico, hoje com 1,6 bilhões de visualizações, nem sempre foi assim. De acordo com o artista, a gravadora entregou um vídeo que Mars simplesmente não curtiu. Assim, ele disse: “me dê algumas centenas de dólares e umas máscaras de macaco que eu apareço com um novo clipe”.

Por mais estranho que isso possa ter soado, o resultado ficou ótimo:

4. That’s What I Like

Quando Bruno lançou seu terceiro álbum, 24k Magic, foi acusado de apropriação cultural por alguns críticos e fãs. É que se trata de um disco cheio de referências às músicas da década de 80 e 90, sobretudo de artistas negros — e Mars é descendente de asio-americanos e latino-americanos.

Se é apropriação cultural ou não, não nos cabe discutir aqui. O que é interessante lembrar é que esse álbum é um prato cheio pra investigar influências: é fortemente inspirado em um movimento musical chamado New Jack Swing, que uniu R&B e hip-hop pela primeira vez.

Presta atenção na percussão dessa música (Poison, do grupo Bell Biv Devoe):

Agora vem ouvir That’s What I Like e sente a influência!

3. When I Was Your Man

Por enquanto, a gente só listou música alegre, mas cadê umas baladas românticas pra gente sofrer?

Bruninho namora há anos com a modelo Jessica Caban — por isso talvez fique difícil compor uns hinos tristes. Mas tem muita música da sofrência no currículo dele antes disso! Um exemplo é a linda When I Was Your Man:

But I just want you to know (Mas eu só quero que você saiba)
I hope he buys you flowers, I hope he holds your hand (Espero que ele lhe compre flores e que segure sua mão)
Give you all his hours when he has the chance (Que lhe dê todas as suas horas quando tiver a chance)
Take you to every party, ‘cause I remember how much you loved to dance (Que leve você a todas as festas, porque me lembro do quanto você amava dançar)
Do all the things I should’ve done when I was your man (Que faça todas as coisas que eu deveria ter feito quando era o seu homem)

Essa é quase nível sofrência sertaneja, fala sério! Para o artista, é tão forte que ele considera super difícil de cantar ao vivo sem se emocionar.

E dá pra sentir essa emoção na performance que a gente selecionou:

2. 24k Magic

Depois de lançar Uptown Funk, que foi aquele sucesso todo, Bruno tinha uma bela responsa, né? Nesse terceiro álbum – seu primeiro trabalho depois de Uptown, ele tentou trazer a mesma sensação do single de 2014. Para ele, era importante que as pessoas ouvissem suas músicas e se sentissem em uma festa, prontos pra dançar.

O convite pra essa festa sensacional seria a faixa 24k Magic! A gente acha que deu certo, porque não dá pra ficar parado ouvindo esse hino, né?

Ah, e uma curiosidade: essa abertura icônica foi feita pelo músico Mr. Talkbox, que faz o maior sucesso no YouTube usando o talkbox (um instrumento que amplifica a voz em instrumentos musicais, e dá esse som robótico) em músicas já existentes.

O recurso é conhecido por ter sido fortemente usado pelo grupo Zapp na década de 80. Hoje, você deve lembrar de muitas músicas do Daft Punk com esse estilo de som, né?

1. Uptown Funk

O ano é 2014. Muito antes de compor (Juntos e) Shallow (Now) com Lady Gaga, Mark Ronson já era um produtor de muito sucesso e prestígio. Ele e Bruno tiveram a ideia de lançar uma música com jeitinho de funk americano, da era James Brown.

O problema é que os dois são perfeccionistas, então a ideia foi mudando de forma tantas vezes que a canção demorou cerca de dois anos pra sair.

Mas valeu o esforço, né? Quando foi finalmente lançada, a música vendeu mais de 6 milhões de cópias só nos Estados Unidos.

Você já deve ter visto o videoclipe, que hoje tem mais de 3 bilhões de visualizações. Então a gente recomenda essa apresentação sensacional, com a rainha Beyoncé no Super Bowl:

O lançamento de 2019: Please Me (feat. Cardi B)

A gente gosta tanto da combinação Bruno Mars e Cardi B que os dois perceberam e continuam lançando música juntos! Além do mais, ela é uma das poucas que consegue fazer o Bruno parecer alto: Cardi mede 1,60 e ele 1,65 😂

Depois do sucesso de Finesse ano passado, já rolou mais uma colaboração super bem-sucedida esse ano. Vem ver os dois flertando em uma lanchonete antiga, no hino Please Me:

Breve biografia de Bruno Mars

Pete Gene Hernandez nasceu no dia 8 de outubro de 1985, na cidade de Honolulu, no Havaí. Seus pais eram músicos, descendentes de porto-riquenhos e de filipinos e, aos poucos, o pequeno Pete (apelidado de Bruno) se juntou à trupe de performers.

Eram shows em família: todos se apresentavam em cruzeiros no Havaí com pequenas performances e imitações. Com apenas 4 anos de idade, Bruno era conhecido como o “mais jovem imitador do Elvis”. Olha que fofurinha:

Deu pra ver que Bruno sempre teve talento pra dançar e pra cantar, né? Em várias entrevistas, o artista afirma que nunca se imaginou fazendo outra coisa. Por isso mesmo, foi só se formar no colégio que o cantor se mudou para a Califórnia, correndo atrás da carreira musical.

Antes de começar como cantor, ele foi exclusivamente compositor: o hit Right Round do Flo Rida e a famosa Wavin’ Flag, da Copa do Mundo de 2010, são composições de Bruno Mars.

Em 2010, foi chamado para cantar Nothin’ On You (sua composição) com o rapper B.o.B. Daí para frente, sua carreira começou a alavancar: no mesmo ano, lançou Doo-Wops And Hooligans, seu primeiro álbum. E já foi soltando hits, como Grenade, Just The Way You Are e The Lazy Song.

Aí pronto: Bruno Mars estava lançado pro sucesso. Seu segundo álbum, Unorthodox Jukebox (2012), foi mais uma máquina de hits. Já em 2014, Bruninho lançou Uptown Funk com o produtor Mark Ronson – e foi apenas o single mais bem-sucedido do ano.

Mas não parou por aí, né? O aclamado disco 24k Magic foi lançado em 2016 e levou vários Grammys, incluindo o de Álbum do Ano. Desde então, Bruno está sempre em turnê ou lançando colaborações, como o ótimo remix de Finesse, com Cardi B. Será que vem trabalho novo só do Mars? Vamos ficar atentos!

A evolução de Bruno Mars

Prometemos uma ótima playlist e vamos cumprir! Fizemos uma seleção super especial pra você acompanhar como o artista evoluiu desde 2010 e só entrega hit bem produzido.

Vem conferir a evolução de Bruno Mars nessa playlist e conta pra gente o que achou! 😉

Playlist "A evolução de Bruno Mars"