Angels Cry

Angra

Original Tradução Original e tradução
Angels Cry

Cry in the night of angels
For their light will never shine
With their hearts so full of sorrow
Muddy waters all around
The curtain falls for helpless souls
How they suffer swept aside
And the raging streams are flowing
With so little hope inside

It's like angels crying
Can't take no more
Angels dying
Capture their fall

Try to see this misery
Your future is not what you wished it to be
So try to fly, the answer lies
In the angry darkened skies (angry darkened skies)

You just keep on standing in these fields all your life
You sow the seeds that never grow, yeah
No harvest comes such a strain to feed the few
Still you're waiting, it's in vain
The change must come right now

Oh, see the sun in the sky (from the dawn of destruction)
Free, free this chain from my heart (chain, chain, chain)
Hear the cry of angels
From this life you cannot hide
The change may come tomorrow
For the solemn weeping eyes

Like angels crying
Can't take no more
Angels dying
Capture their fall

Try to see this misery
Your future is not what you wished it to be
So try to fly, the answer lies
In the angry darkened skies (angry darkened skies)

You just keep on standing in these fields all your life
You sow the seeds that never grow, yeah
No harvest comes such a strain to feed the few
Still you're waiting, it's in vain
The change must come right now

Angels are crying and dying, there must be some way
Endless you stray, still you pray for a better life
Nobody sees when a glimpse of your target lies behind you
Like steps of the pilgrims unshined

Anjos Choram

Choro na noite dos anjos
Pois sua luz jamais brilhará
Com seus corações tão cheios de lamento
Águas barrentas por todos os lados
A cortina cai para as almas indefesas
Como elas sofrem postas à parte
E as correntes enfurecidas estão fluindo
Com tão pouca esperança por dentro

São como anjos chorando
Não posso mais aguentar
Anjos morrendo
Interrompam suas quedas

Tente ver essa desgraça
Seu futuro não é mais o que você queria que fosse
Então tente voar, a resposta jaz
Nos céus escuros e zangados (céus escuros e zangados)

Você continua preso nesses campos por toda a vida
Você semeia sementes que nunca crescem, sim
Nenhuma colheita vem como um rompante para alimentar os poucos
Ainda assim você espera, em vão
A mudança deve vir agora mesmo

Oh, veja o Sol no céu (da alvorada da destruição)
Quebre, quebre essa corrente em meu coração (corrente, corrente, corrente)
Ouça o choro dos anjos
Desta vida você não pode se esconder
A mudança pode vir amanhã
Para os olhos chorões e solenes

Como anjos chorando
Não posso mais aguentar
Anjos morrendo
Interrompam suas quedas

Tente ver essa desgraça
Seu futuro não é mais o que você queria que fosse
Então tente voar, a resposta jaz
Nos céus escuros e zangados (céus escuros e zangados)

Você continua preso nesses campos por toda a vida
Você semeia sementes que nunca crescem, sim
Nenhuma colheita vem como um rompante para alimentar os poucos
Ainda assim você espera, em vão
A mudança deve vir agora mesmo

Anjos estão chorando e morrendo, deve haver um jeito
Eternamente você vagueia, ainda assim reza por uma vida melhor
Ninguém vê quando um vislumbre de seu alvo está atrás de você
Como passos dos peregrinos obscurecidos

Composição: Rafael Bittencourt / Andre Matos
Revisões por 12 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Angra

Ver todas as músicas de Angra