Jerusalém

Valquiria de Oliveira

Vou morar numa cidade
Na nova Jerusalém
Quando eu ali chegar
Meu Jesus vou contemplar
E pra sempre estarei

Lá não existe tristeza
Nem pranto mais haverá
Porque tudo se passaram
E as lágrimas dos olhos
Jesus Cristo enxugará

Verei o rio da vida
E os muros de cristal
Santo,Santo cantarei
Exaltando o grande Rei
No grande e imenso coral

Onde ali não haverá
Nem pranto e nem clamor
Porque tudo se passaram
E as lágrimas dos olhos
Jesus Cristo lá enxugou

Quando chegar na cidade
Na nova Jerusalém
Que alegria para mim
Verei anjos e Querubins
Serafins também verei

Verei a árvore da vida
E o coro celestial
E para sempre vou dizer
Para sempre vou viver
No país celestial

Verei o rio da vida
E os muros de cristal
Santo,Santo cantarei
Exaltando o grande Rei
No grande e imenso coral

Morte ali não haverá
nem pranto e nem clamor
Porque tudo se passaram
E as lágrimas dos olhos
Jesus Cristo lá enxugou

Verei o rio da vida
E os muros de cristal
Santo, Santo cantarei
Exaltando o grande Rei
No grande coro celestial

Morte ali não haverá
Nem pranto e nem clamor
Porque tudo se passaram
E as lágrimas dos olhos
Jesus Cristo lá enxugou


Posts relacionados

Ver mais no Blog