Deixa Ela (part. a Banca 021)

Valente

Deixa ela, dançar
Deixa ela, sentir
Deixa ela, provar
Deixa ela, despir
Deixa ela, tocar
Deixa ela, curtir
Deixa ela, voar
Deixa ela, fingir

Ela mente pra me dar prazer, deixa ela fingir. Deixa ela ser personagem numa noite só pra me fazer
Sentir como? Mais foda e pá, como, o mais doce da vida o mais classe e pá, como se eu fosse algo que ela quisesse, algo como, que ela não quisesse esquecer nunca mais e
Faz essa noite ser foda pra nós dois que eu te garanto esqueceremos nunca mais e
Sem vergonha nem pudor fazemos só que nós quisermos esqueceremos nunca mais e
Deixou na janela o telefone e o nome dela, sei que é perto da favela, o endereço da casa dela, eu procurei depois por ela, eu me lembrei que era a mais bela e deu vontade de viver tudo de novo o que eu vivi

Deixa ela, dançar
Deixa ela, sentir
Deixa ela, provar
Deixa ela, despir
Deixa ela, tocar
Deixa ela, curtir
Deixa ela, voar
Deixa ela, fingir

Não te perguntei quantos anos cê tem, não te perguntei você não me disse nada também
Nada pessoal, só carnal, atração, se souber só o prazer sem stress, só tesão
Larga o celular o mundo hoje tá nos nossos pés, deixa seus problemas pra depois e vem mais uma vez, você sabe bem que eu quero, eu quero é ver você sorrir, se contorcendo em cima de mim (em cima de mim)

Deixa ela, dançar
Deixa ela, sentir
Deixa ela, provar
Deixa ela, despir
Deixa ela, tocar
Deixa ela, curtir
Deixa ela, voar
Deixa ela, fingir

Enviada por Anny. Revisão por Matheus.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog