Mantendo a fé

Unir Versos Urbanos

Mantenha fé
Mantenha fé na vida
Mantenha fé no sucesso
Mantenha fé na paz
Mantenha fé em si
Mantenha fé no próximo

Sem fé não sou ninguém, com ela vou mais além
Em meio as dificuldades busco estar em estado zen
Bem que eu queria que a vida fosse só flores, disfrutando das coisas belas
Me livrando de todas as dores
Dores que surgem na vida, dores que baixam auto-estima,
Dores que nem com o tempo vão cicatrizar as feridas
Na fé, peço ao pai proteção, peço que nos ilumine, que me indique a direção
Que nunca me abandone nessa longa trajetória pois sei que ela é composta de derrotas e vitórias
Derrotas que me fazem sofrer, que fazem chorar, ao ponto do desânimo bater e se entregar
Não dá pra alimentar nada disso, não tem como ignorar todo o caminho que foi percorrido
Os dias em claros e as noites acordadas, não é possível que isso não irá valer de nada
Apesar das dificuldades, mantenho minha fé

Vou mantendo a fé, vou mantendo a fé...
Vou buscando a paz interior
Imensa crença, fonte de energia, faz a diferença
Se a solução é tardia, mente vazia logo pensa em se perder
E em nada crer, e vai sofrer
Só com a fé mantida achar a saída pra não comprometer
Pois é, às vezes é difícil manter a fé no que há de bom
Convivendo com tanta guerra e destruição
Então, melhor fugir dessa situação,
Mas como se o mal do mundo insiste em habitar o ser humano
Vamos seguir propagando paz e auto-confiança
Vamos seguir acreditando, planejando com esperança
Atraindo bons fluidos pra projetos futuros
Pensando sempre positivo, sempre sendo seguro da vitória
Trilhar a estrada do certo, e se APS não encontrar o meu espaço
Não preciso de gps
Iluminado pelo mantra, boladão com os pilantras
Sigo sempre na fé, pois quem espera sempre alcança e sempre alcançará a paz

Vou mantendo a fé, vou mantendo a fé...
Vou buscando a paz interior
Vou mantendo a fé, buscando a paz interior,
Felicidade absoluta, harmonia de buda que me ajuda na luta
Contra os braço de juda
A vida jura que cobra juros, no escuro
Grafite pichei muros, contas e pinturas
Revoltas em apuros, gritos, choros e sussurros
Com utopia que influencia na etnia
Na fantasia sorria, na real gemia
Não entendia que tudo era pra acontecer
Se perdia era pra perder, se vencia era pra vencer
Me fez perceber que dependia de mim para crescer
Cabeça erguida, fé na vida... Vou renascer!
Aos inimigos ingorei, aos amigos sempre brindei
Também sei que no interior exite um rei
Com ele irei a qualquer lugar que eu for
E minha crença em não é.. (?)
fé, fé!

Vou mantendo a fé, vou mantendo a fé...
Vou buscando a paz interior (2x)


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Unir Versos Urbanos

Ver todas as músicas de Unir Versos Urbanos