A Dona do Meu Sofrimento

Thiago e Graciano

Uma, duas três
E tanta garrafa que eu perdi a conta
Já tô meio tonto bebi outra vez
Não me controlei
E ela cada vez mais fora de alcance
E a cada porre eu vou amando mais que antes
Muito mais que ontem
E desse jeito onde eu vou parar
Será que ainda tem como piorar?
Maldita boca por que é que eu fui falar?
Olha la quem é que acabou de chegar

A dona do meu sofrimento
E do meu amor ao mesmo tempo
Não sei se fico aqui ou se eu saio correndo
Por que ficar te olhando eu não aguento não
Ai, ai, ai, que situação


Posts relacionados

Ver mais no Blog