Proteção de Tela

Tarcísio do Acordeon

Eu já tentei de tudo
Pra tirar você de vez da minha vida
Mas não dá

E toda vez que eu lembro de você
Dou outro gole na bebida
Sem notar

Embriagado, desiludido
O som no talo
Ouvindo Tarcísio

Quando bate a saudade
E vejo as mensagens e a foto dela
Na minha proteção de tela
E tome cana na minha goela

Vontade de ligar
Mas sou bloqueado de tudo na vida dela
Só resta a proteção de tela
E tome cana na minha goela

Eu já tentei de tudo
Pra tirar você de vez da minha vida
Mas não dá

E toda vez que eu lembro de você
Dou outro gole na bebida
Sem notar

Embriagado, desiludido
O som no talo
Ouvindo Tarcísio

Quando bate a saudade
E vejo as mensagens e a foto dela
Na minha proteção de tela
E tome cana na minha goela

Vontade de ligar
Mas sou bloqueado de tudo na vida dela
Só resta a proteção de tela
E tome cana na minha goela

Quando bate a saudade
E vejo as mensagens e a foto dela
Na minha proteção de tela
E tome cana na minha goela

Vontade de ligar
Mas sou bloqueado de tudo na vida dela
Só resta a proteção de tela
E tome cana na minha goela

Composição: Wildiney dos Santos Mendes / Romulo Augusto Mata de Carvalho / Ricardus Maximus Miranda da Cunha Júnior / Marcos Rogério de Souza / Marco Aurelio Nunes de Oliveira / Felipe Lima Nascimento / Cícero Queiroz Dias
Enviada por Henrique. Legendado por Emilly.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog