Salmo 130

Suzete Amaral

Das profundezas a Ti clamo, oh Senhor
Eu venho agora a te clamar
Sejam atentos teus ouvidos, meu Senhor
A voz que vem a ti suplicar
Se observares o pecado, oh Senhor
Meu Deus que subsistirá?
Mas para que sejas temido, ó Deus meu
Vem senhor me perdoar

A minha alma te aguarda se em ti aguardará
E sempre na Tua palavra com paciência em te esperar
Mas do aqueles que esperam o dia amanhecer
A minha alma te anseia, oh meu Senhor
Antes que venham alvorecer

Só em Ti a misericórdia e abundante redenção
E Israel a de ti esperar em ti, senhor
O grande Deus de Abraão
Se confessarmos o pecado, oh senhor
Então assim perdoarás
De todas as iniquidades
Oh Deus meu o teu povo remirás

Composição: Suzete Amaral
Enviada por luciano. Revisão por Julia.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Suzete Amaral

Ver todas as músicas de Suzete Amaral