In War And Pieces

Sodom

Original Tradução Original e tradução
In War And Pieces

Contempt of sanity
A domination of the beast
The end of you and me
Cruel die the least

Dark is the night for all
Deplorable we try to crawl
Hollow the dead we fear
Nescient, why we are here?

One man's meat is another man's poison
One's blind street leads another to reason
Dark alleys of the death seamed with corpses
Gore rotten beds of carred skin in tatters

Fractured minds, impure dead visions
Puking downwards with derision
Raping souls of carnivores
Soaking butchered to the core

Rupture the sluice of mental sewage
Don't shed a tear down on bony pewage
Now you know how fetid death breathes
I'm leaving you in war and pieces

In war and pieces
In war and pieces

Dying creatures gonna burst asunder
About maltreated sobbing bodies i wander
Dark heaven lowering above us all
Angel of death, can't you hear my call

Blain on the head of selective retention
Splinters to remove the intolerably tension
The adumbration of mental plague
Broken eyes peer wide awake

Rupture the sluice of mental sewage
Don't shed a tear down on bony pewage
Now you know how fetid death breathes
I'm leaving you in war and pieces

In war and pieces
In war and pieces

Die by my hand in the same dark prison
In your head you will keep the vision
Leave this live with shattered brain
Slightly driving you insane

In war and pieces
In war and pieces
In war and pieces
In war and pieces

Em Guerra e Pedaços

Desprezo pela sanidade
A dominação de uma besta
É o fim para você e eu
Os cruéis são os que menos morrem

Escura é a noite para todos
Deploravelmente tentamos nos rastejar
Vazios são os mortos que tememos
Ignorantes, por que estamos aqui?

A carne de um homem, é o veneno de outro
O caminho cego de um, leva outro ao esclarecimento
Os obscuros becos da morte estão unidos por corpos
Nojentas são as pútridas camas feitas de pele queimada

Mentes fraturadas, visões impuras de morte
Vomitando no chão com escárnio
Estuprando almas de carnívoros
Encharcado e massacrado completamente

Rompa a barragem da sujidade mental
Não derrame uma lágrima sobre restos ósseos
Agora você sabe o quão podre é o hálito da morte
Eu estou te deixando em guerra e em pedaços

Em guerra e em pedaços
Em guerra e em pedaços

Criaturas moribundas vão explodir
Por cima de cadáveres maltratados e murmurantes eu caminho
O paraíso das trevas está descendo sobre nossas cabeças
Anjo da morte, não consegues ouvir meu chamado?

A pústula na cabeça da retenção seletiva
Estoura para remover e tensão intolerável
Como uma revelação obscura da praga mental
Olhos quebrados escrutinam bem acordados

Rompa a barragem da sujidade mental
Não derrame uma lágrima sobre restos ósseos
Agora você sabe o quão podre é o hálito da morte
Eu estou te deixando em guerra e em pedaços

Em guerra e em pedaços
Em guerra e em pedaços

Morra pela minha mão na mesma escura prisão
E na sua mente você guardará essa cena
Saia desta vida com o cérebro estilhaçado
Lentamente te deixando louco

Em guerra e em pedaços
Em guerra e em pedaços
Em guerra e em pedaços
Em guerra e em pedaços

Enviada por Lucas e traduzida por Gabriel. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Sodom

Ver todas as músicas de Sodom