Tô te esperando, amor
Resta saber se irás voltar
Com a tua boca que era minha
Até ontem

Tô tão cansado, amor
Resta saber se irei dormir
E acordar com a tua volta
Com as tuas botas
No corredor

A dor do abandono
Corrói meu peito feito maresia
Um dia, quem sabe um dia
Você perceba
Nada é perfeito

Já te pedi perdão
Ah, por favor!
Tente entender
O meu vacilo
Não anula o resto
Eu te amo, meu amor

A dor do abandono
Corrói meu peito feito maresia
Um dia, quem sabe um dia
Você perceba
Nada é perfeito

Composição: Jonathas Pereira Falcão
Enviada por Dérick.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Seu Pereira e Coletivo 401

Ver todas as músicas de Seu Pereira e Coletivo 401