Vida Loka (parte 3)

Racionais MC's

Pela ordem mano microfone firmando
Tô devagar pode acreditar
Vou que vou chegando
A base arrebentando
Em cima vou rimando
Lado a lado com os manos
Vou me expressando
Relatando tudo aquilo que você conhece
Respire fundo, prepare-se
Bem-vindo ao teste
Resistência, equilíbrio, ser firme e forte
É preciso

Venham comigo, irmãos
É necessário prestar atenção
Mano portão em ação
Voz ativa na quebrada
Valem muito minhas palavras
Minha atitude
Não pago de comédia não, não me iludo, não
Chego chegando, trincando
Em busca de solução
É, correndo atrás dos meus direitos
A todo preço

Daquele jeito imponho respeito
Bato no peito, me orgulho de ser do gueto
Fico na ira com todos os preconceitos
Mano é preciso pregar a igualdade
Justiça, paz e liberdade
Vivo, sim, atrás das grades, você no mundão
Só mesmo em Jesus Cristo
Encontrarás a salvação
A solução pros seus problemas
Não se entrega a Satanás
Não se entrega ao sistema
Na fé, firme e forte, perseverante
Sigo em frente

Passando ideia positiva pra minha gente
Pra juventude, principalmente
Carente de informação, é ligado à educação
Aqueles pais não se conformam
Pelo filho não ter sido matriculado na escola
De manhã, de tarde, nas ruas, descalços
De bermuda jogando bola
Quem sabe, futuramente, um jogador profissional
Ou completar os seus 18 com a cara no jornal
Na página policial, mais um marginal daqueles

Bem mau
Que no farol te trata, com a arma te ameaça
Sequestra, te mata, não deixa pista
Tá perdido, procurado vivo ou morto
Pela policia
É, isso que eu tento evitar
Rimas precisa os meus manos se ligar
Barato ousado não se deixar levar
Seu mano portão minha ação
Minha ideia esta no ar, está no ar, está no ar

É preciso ter fé, quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
Assim que é
Vamos seguir em frente sempre em mente
Melhores condições de vida pra nossa gente

Tenho autoestima
Tô na confiança enquanto a vida ascende a esperança
Acreditando sempre no ser humano
Na recuperação, regeneração daquele mano
Condenado a cinco anos em um presídio
Saudades da coroa, da esposa, dos filhos
Do 157, diz está arrependido
Foi um período difícil de sua vida
Desempregado, apertado, com uma pá de dividas
Debaixo do colchão, guardava um oitão
Que havia comprado para sua proteção
Devido à situação

Tá ligado como é, Satanás, 24 horas no pé
Atentando no pé do ouvido, soprano seduzindo mano, que
Não resistiu, pro crime partiu
A casa caiu, sei que ninguém viu
Satanás sorriu, conseguiu aquilo que ele sempre quis
Com certeza agora se sente feliz
Na prisão, o mano se tornou cristão
Lendo a Bíblia e Jesus Cristo

Encontrou a saída, o verdadeiro caminho pra felicidade
Está se realizando, os sonhos de liberdade
Só quer reconstruir sua vida
Dar a volta por cima
Recuperar o tempo perdido junto a sua família
Descolar um trabalho, ser respeitado
Andar na quebrada sossegado
Sem ser chamado de ex-presidiário
Cada caso é um relato, esse fato

Quem errou tem que pagar, se acertar
Mas eu não tô aqui pra condenar ninguém
Nem pra defender melhores condições de vida
Eu vou torcer pra mim e pra você
Meu papel vou exercer
É, com consciência
Inteligência, positivismo, lutar pra conquistar
Esse é o meu objetivo, manos de fé
Te convido a vir comigo, comigo, comigo

É preciso ter fé, quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
Assim que é
Vamos seguir em frente sempre em mente
Melhores condições de vida pra nossa gente

Composição: Mano Brown
Enviada por Tiago. Legendado por Lara. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog