Wolf Song

Omnia

Original Tradução Original e tradução
Wolf Song

Stumbling through the winter forest
Her feet froze' to the bone
The darkness holds no solace
So very, very far from home
A crimson cloak behind her drags
It's torn by thorns and snagged to rags

Pity maiden for your folly
To venture in these woods alone
Mercy lives not in the holly
No compassion from the stones
Your fear brings tears like summer rain
(Oh mother father where are you?)
They beg for me to ease your pain
(I'm cast adrift what should I do?)

My love oh I beseech thee
Throw thy cloak aside to feed me
Crimson rivers from your veins
Crimson rivers feel no pain
Your long red hair ensnares me
Your warm red blood it calls me
My red right hand shall take thee home

Puella lupo inferno interfecta est

Thine eyes betray confusion
Am I friend or am I fiend?
Pardon me for this intrusion
And I'll show you what I mean
I've come to claim a heart from thee
(My heart is broken can't you see?)
Your final kiss belongs to me
(Your scarlet kiss will set me free)

My love oh I beseech thee
(Wandering alone)
Throw thy cloak aside to feed me
(Far away from home)
Crimson rivers from your veins
(Forest of the damned )
Crimson rivers feel no pain
(Drowning in the land)
Your long red hair ensnares me
(Sinking like a stone)
Your warm red blood it calls me
(Lost and so alone)
My red right hand shall take thee home
(I cannot find my way back home)

Puella lupo inferno interfecta est

Playing the obedient daughter
Brought you where the wolf bane blooms
Sacrificed in sacred slaughter
'Neath the pale light of the moon
Your form lies wreathed in ruby red
(The crystal snow my wedding bed)
A scarlet halo round your head
(The scarlet halo of the dead)

My love oh I beseech thee
(Wandering alone)
Let thy rivers flow to feed me
(Far away from home)
Crimson rivers from your veins
(Forest of the damned )
Crimson rivers feel no pain
(Drowning in the land)
Your long red hair ensnares me
(Sinking like a stone)
Your warm red blood it calls me
(Lost and so alone)
My red right hand shall take thee home
(I cannot find my way back home)

My love oh I beseech thee
(Wandering alone)
Let thy rivers flow to feed me
(Far away from home)
Crimson rivers from your veins
(Forest of the damned )
Crimson rivers feel no pain
(Drowning in the land)
Your long red hair ensnares me
(Sinking like a stone)
Your warm red blood it calls me
(Lost and so alone)

My red right hand shall take thee home
(Thy red right hand shall take me)
My red right hand shall take thee home
(Thy red right hand shall take me)
My red right hand shall take thee home
(Thy red right hand shall take me)
My red right hand has brought thee home
(Home)

A Canção do Lobo

Tropeçando pela floresta de inverno
Os pés dela congelaram até os ossos
A escuridão não possui nenhum consolo
Então, muito, muito longe de casa
Um manto vermelho arrasta atrás de si
É rasgado por espinhos e destruído aos trapos

Pobre donzela por sua loucura
Ao se aventurar nessas matas sozinha
Misericórdia não vive no azevinho
Não há compaixão nas pedras
Seu medo traz lágrimas como a chuva de verão
(Ah, pai, mãe, onde vocês estão?)
Eles pedem-me para aliviar sua dor
(Estou levado à deriva o que devo fazer?)

Meu amor, oh, eu te rogo
Jogue o teu manto de lado para me alimentar
Rios Vermelhos de suas veias
Rios Vermelhos não sentem dor
Seu longo cabelo vermelho me envolve
Seu quente sangue vermelho me chama
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa

A menina foi cortada pelo lobo do inferno

Os teus olhos traem confusão
Eu sou amigo ou eu sou inimigo?
Perdoem-me por esta intrusão
E eu vou te mostrar o que quero dizer
Eu vim para reivindicar um coração de ti
(Meu coração está quebrado, você não vê?)
Seu último beijo me pertence
(Seu beijo escarlate vai me libertar)

Meu amor, oh, eu te rogo
(Vagando sozinha)
Jogue o teu manto de lado para me alimentar
(Longe de casa)
Rios Vermelhos de suas veias
(Floresta dos condenados)
Rios Vermelhos não sentem dor
(Se afogando em terra)
Seu longo cabelo vermelho me envolve
(Afundando como uma pedra)
Seu quente sangue vermelho me chama
(Perdida e tão sozinha)
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(Eu não posso encontrar meu caminho de volta para casa ...)

A menina foi cortada pelo lobo do inferno

Brincando ser a filha obediente
Te trouxe onde a maldição do lobo floresce
Sacrificada no matadouro sagrado
Sob a pálida luz da lua
Sua forma encontra-se envolta em vermelho rubi
(A neve de cristal da minha cama de casamento)
Uma auréola em volta de sua cabeça escarlate
(A auréola escarlate dos mortos)

Meu amor, oh, eu te rogo
(Vagando sozinha)
Deixe fluir teus rios para me alimentar
(Longe de casa)
Rios Vermelhos de suas veias
(Floresta dos condenados)
Rios Vermelhos não sentem dor
(Se afogando em terra)
Seu longo cabelo vermelho me envolve
(Afundando como uma pedra)
Seu quente sangue vermelho me chama
(Perdida e tão sozinha)
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(Eu não posso encontrar meu caminho de volta para casa ...)

Meu amor, oh, eu te rogo
(Vagando sozinha)
Deixe fluir teus rios para me alimentar
(Longe de casa)
Rios Vermelhos de suas veias
(Floresta dos condenados)
Rios Vermelhos não sentem dor
(Se afogando em terra)
Seu longo cabelo vermelho me envolve
(Afundando como uma pedra)
Seu quente sangue vermelho me chama
(Perdida e tão sozinha)

Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(Tua mão direita vermelha deve levar-me)
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(Tua mão direita vermelha deve levar-me)
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(Tua mão direita vermelha deve me levar ...)
Minha mão direita vermelha deve te levar para casa
(... Casa...)

Enviada por Clariane e traduzida por Jéssica. Revisão por Lawrence.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Omnia

Ver todas as músicas de Omnia