Glicine

Noemi

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Glicine

Mi dici che
Che non funziona più
Siamo soli adesso noi
Sopra a un pianeta blu
E quando arriva sera
Invadi la mia sfera
Non è la primavera
Che non sento da un po'
Non sento da un po'
I brividi sulla mia pelle
Il tuo nome fra le stelle

Sembra ieri, sembra ieri che la sera
Ci stringeva quando tu stringevi me

Ricordo ancora quella sera guardavamo le
Le code delle navi dalla spiaggia sparire
Vedi che son qui che tremo
Parla, parla, parla, parla con me
Ma forse ho solo dato tutto per scontato e
E mi ripeto: Che scema a non saper fingere
Dentro ti amo e fuori tremo
Come glicine di notte

Scommetto che
Ora non prendi più
L'abitudine di far
Sempre come vuoi tu
E quando arriva sera
Mi manca l'atmosfera
Non è la primavera

Sembra ieri, sembra ieri che la sera
Ci stringeva quando tu stringevi me

Ricordo ancora quella sera guardavamo le
Le code delle navi dalla spiaggia sparire
Vedi che son qui che tremo
Parla, parla, parla, parla con me
Ma forse ho solo dato tutto per scontato e
E mi ripeto: Che scema a non saper fingere
Dentro ti amo e fuori tremo
Come glicine di notte

Dietro di noi vedo giorni spesi su treni infiniti
Forse è solo che mi manca parte
Di un passato lontano come Marte
Tu cosa dirai vedendomi arrivare
Quando ti raggiungerò

Ricordo ancora quella sera guardavamo le
Le code delle navi dalla spiaggia sparire
Vedi che son qui che tremo
Parla, parla, parla, parla con me
Ma forse ho solo dato tutto per scontato e
E mi ripeto: Che scema a non saper fingere
Dentro ti amo e fuori tremo
Come glicine di notte

Ora che non posso più tornare
A quando ero bambina
Ed ero salva da ogni male
E da te, da te, da te

Glicínia

Você me diz isso
Isso não funciona mais
Estamos sozinhos agora
Acima de um planeta azul
E quando chega a noite
Invadir minha esfera
Não é primavera
Que eu não ouço há um tempo
Faz um tempo que não ouço
Os arrepios na minha pele
Seu nome entre as estrelas

Parece que foi ontem, parece que foi ontem à noite
Ele nos segurou quando você me segurou

Eu ainda me lembro de assistir aquela noite
As filas dos navios da praia desaparecem
Você vê que eu estou aqui que eu tremo
Fale, fale, fale, fale comigo
Mas talvez eu apenas tenha tomado tudo como certo e
E repito para mim mesmo: que idiota não saber fingir
Eu te amo por dentro e tremo por fora
Como glicínias à noite

aposto que
Agora não leve mais
O hábito de fazer
Sempre como você quiser
E quando chega a noite
Sinto falta da atmosfera
Não é primavera

Parece que foi ontem, parece que foi ontem à noite
Ele nos segurou quando você me segurou

Eu ainda me lembro de assistir aquela noite
As filas dos navios da praia desaparecem
Você vê que eu estou aqui que eu tremo
Fale, fale, fale, fale comigo
Mas talvez eu apenas tenha tomado tudo como certo e
E repito para mim mesmo: que idiota não saber fingir
Eu te amo por dentro e tremo por fora
Como glicínias à noite

Atrás de nós, vejo dias passados em trens intermináveis
Talvez seja só que eu sinto falta de parte
De um passado distante como Marte
O que você vai dizer ao me ver chegar
Quando eu chegar a você

Eu ainda me lembro de assistir aquela noite
As filas dos navios da praia desaparecem
Você vê que eu estou aqui que eu tremo
Fale, fale, fale, fale comigo
Mas talvez eu apenas tenha tomado tudo como certo e
E repito para mim mesmo: que idiota não saber fingir
Eu te amo por dentro e tremo por fora
Como glicínias à noite

Agora que não posso voltar
Quando eu era criança
E eu estava a salvo de todo o mal
E de você, de você, de você


Posts relacionados

Ver mais no Blog