Gamushara

Miyuna

Original Tradução Original e tradução
Gamushara

jirijiri to unaru asufaruto ni
tokeru yume takaru ari no mure ga
tadashiku ikiru honnou naraba
naze atashi wa koko ni iru no?

kitaidoori nado gomen na no
jibun de yareru kara sa

dou datte ii rikutsu bakka
haritsuita haribote no sekai wo ikiteku
dareka no tame janai ima wa mada
jibun ni haritsuku made

tachidomaru koto ga sumika no you ni
kyou mo sewashinaku ugoku machi wa
aseri ni nomikomaresou na yoru
miageta sora ni hoshi hitotsu

susumeteiru kedo dochira ga mae ka sae mo
wakaranai yo

dou datte ii yo asu nante
ima dake wo tashikamenagara shika ikirenai
dareka no sei ni nante shitakunai
jibun no ikiru michi wa

chiisaku marumatte nani wo kowagatteru no?

dou datte ii rikutsu bakka
haritsuita haribote no sekai wo ikiteku
dareka no tame janai ima wa mada
jibun ni haritsuku made

gamushara de jimen ketobashita
karadajuu no koe ga tsubasa hirogete
donna mirai wo mau yo kaze wo kitte
jibun wo oikosu made

Gamushara

Escaldando e rugindo no asfalto
Sonhos derretem. Se a multidão de formigas reunidas
É um instinto certo de viver, então
Por que estou bem aqui?

Sinto muito pelas expectativas
Eu vou fazer isso sozinho

Eu não me importo com o que acontece, existem apenas razões
Eu estou vivendo em um mundo colado com papel machê
Não é por causa de alguém, ainda não é
Até que eu me atualize

A coisa parada é como uma residência
Hoje, novamente, a inquieta cidade em movimento é
Na noite parecendo que está se afogando em um quebra-cabeça
No céu há uma única estrela

Eu continuo mas, mesmo a coisa na minha frente
Eu não entendo

Eu não me importo com o amanhã
Mas enquanto eu tenho certeza sobre isso, eu não posso viver
Eu não quero culpar ninguém
Meu jeito de viver é

Tornando-se pequeno, o que te deixa com medo?

Eu não me importo com o que acontece, existem apenas razões
Eu estou vivendo em um mundo colado com papel machê
Não é por causa de alguém, ainda não é
Até que eu me atualize

Imprudentemente eu chutei a terra
A voz do meu corpo faz minhas asas se espalharem
O que quer que seja o futuro gira, corta o vento
Até eu passar por mim mesmo

Composição: Miyuna
Enviada por Serpentino e traduzida por Taylon. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Miyuna

Ver todas as músicas de Miyuna