Semente do Sangue

Mara Lima

Olhando o passado, eu vejo o sangue na arena
Dos nossos irmãos primitivos, morrendo então
E, como se fosse num vídeo, eu vejo as cenas
Dos nossos irmãos devorados por fortes leões

O sangue quente que corria
Como enxurrada pelo chão
Era a semente do evangelho
Era sinal de salvação
Pois cada alma que partia
Ia direto ao Paraíso
Mesmo morrendo aos milhões
Pra Deus não era prejuízo

Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que morreram sangrando
Pra manter o evangelho vencendo, eles iam morrendo
De Cristo falando
Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que tiveram coragem
De enfrentar os açoites e a morte
E levar a mensagem

Sei que Tiago foi morto ao ser decapitado
E Pedro foi crucificado de forma cruel
Sei que alguns foram mortos ao fio da espada
Sei que, também, eles estão lá no seio de Deus

Ninguém pensou em ser covarde, morreram mesmo por amor
Não negaram um segundo que Jesus Cristo é salvador
Eram firmados na promessa, por Jesus Cristo, garantida
Quem for fiel até a morte terá a coroa da vida

Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que morreram sangrando
Pra manter o evangelho vencendo, eles iam morrendo
De Cristo falando
Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que tiveram coragem
De enfrentar os açoites e a morte
E levar a mensagem

Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que morreram sangrando
Pra manter o evangelho vencendo, eles iam morrendo
De Cristo falando
Eu sou a semente do sangue, dos irmãos que tiveram coragem
De enfrentar os açoites e a morte
E levar a mensagem
De enfrentar os açoites e a morte
E levar a mensagem

Composição: Samuel Samá
Enviada por Leticia. Revisões por 7 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mara Lima

Ver todas as músicas de Mara Lima