Paraiso Perdido

Maldita

Dizem
Para acreditar nas palavras,
Mas as palavras não me dizem nada
Prefiro não me expressar, nunca mais por que a música
Que toca nos teus ouvidos, bota a faca na tua mão
E te instiga a matar

Neurótico! descontrolado! sem limites!
Se sentindo com o rosto cortado!
Psicótico! ninguém confia em mim! traído!
Minha vingança não vai ter fim

Vocês me conheceram a caminho do inferno
Então me leve para casa, não tem problema,
Eu espero
Mas então acredite, mas não acredite
Pois o que eu preciso, é o que eu desejo

Homicídio! estado pré-potente! com sangue na mão!
Se sentindo com o rosto demente! psicótico!
Não chegue perto de mim! queria ter controle!
Mas não é tão fácil assim!

Vocês me conheceram a caminho do inferno
Então me leve para casa, não tem problema
Eu espero
Mas então acredite, mas não acredite
Pois o que eu preciso, é o que eu desejo
Cortado, julgado, vendido
No ódio e no mal entendido, traído, bem vindo...
Ao meu paraíso perdido...

Homicídio! estado pre-potente! com sangue na mão!
Se sentindo com o rosto demente! psicótico
Ninguém confia em mim! traído!
Minha vingança não vai ter fim!..

Composição: Banda Maldita
Enviada por Danielle. Revisão por Laís.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Maldita

Ver todas as músicas de Maldita