Te Procurava de Novo

Maiara e Maraisa

Alta madrugada de domingo pra segunda
É, dessa vez não vou querer sair
Um ano envenenado descobri a minha cura
É, como é bom ter você por aqui

Eu era o tipo de pessoa que brigava à toa
E na mesa de um bar virava outra pessoa
Que beijava bocas
E de vez em quando me amarrava em um corpo, achava que tava gostando

Mas que sorriso é esse que cê tem?
Eu que achava que não precisava de ninguém
Tô me sentindo tão bem, tão bem

Olha eu andando de mão dada no meio do povo
Onde é que você tava esse tempo todo?
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Olha eu andando de mão dada no meio do povo
Onde é que você tava esse tempo todo?
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Eu era o tipo de pessoa que brigava à toa
E na mesa de um bar virava outra pessoa
Que beijava bocas
E de vez em quando me amarrava em um corpo, achava que tava gostando

Mas que sorriso é esse que cê tem?
Eu que achava que não precisava de ninguém
Tô me sentindo tão bem, tão bem

Olha eu andando de mão dada no meio do povo
Onde é que você tava esse tempo todo?
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Olha eu andando de mão dada no meio do povo
Onde é que você tava esse tempo todo?
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Olha eu andando de mão dada no meio do povo
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Eu te procurava
Se eu não tivesse te encontrado, eu juro que te procurava
De novo, de novo, de novo

Composição: Elcio De Carvalho / Juliano Tchula / Marília Mendonça / Thales Lessa
Enviada por Müller. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog