Mal Bicho

Los Fabulosos Cadillacs

Original Tradução Original e tradução
Mal Bicho

Vos que andás diciendo
Que hay mejores y peores
Vos que andás diciendo
Que se debe hacer
Vos que andás diciendo
Que hay mejores y peores
Vos que andás diciendo
Que se debe hacer
Escucha lo que canto
Pero no confundir!
Es de Paz lo que canto
Que me hablás de privilegios
De una raza soberana
Superiores, Inferiores
Minga de Poder!
Como se te ocurre
Que algunos son elegidos
Y otros son para el descarte
Ambiciones de Poder

Es malo tu destino
Que marcó tu camino?
La canción que es valiente
Es canción para siempre

Como dijo mi abuela
Aquí el que no corre vuela
Y en el Planeta son tantos
Como pueden ser tantos?
En la escuela nos enseñan a memorizar
Fechas de batallas
Pero que poco nos enseñan de Amor
¡Discriminar!, eso no esta nada bien
Ante los ojos de Dios Todos somos iguales
Sos el que hace las guerras
Dicta falsas condenas
El que ama la violencia
Que no tiene conciencia nunca piensa, nunca piensa
No cuida ni su alma, ¡Mambo!

¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho
¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho
¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho

¿Por qué vas lastimando
A quién se ve distinto?
Imponiendo Posturas
Siempre con mano dura

¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho
¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho
¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho

Vos tenés pal' Abrigo
Otros mueren de frío
Sos el que anda matando
El que va torturando

¡Mal bicho!
Todos te dicen que sos
Mal bicho
Así es como te ves
Mal Bicho


Yo no voy
A la guerra
A la violencia
A la injusticia
Ni a su codicia

Digo NO!

Paz en el mundo!

Bicho Ruim

Vocês que andam dizendo
Que há melhores e piores
Vocês que andam dizendo
O que se deve fazer
Vocês que andam dizendo
Que há melhores e piores
Vocês que andam dizendo
O que se deve fazer
Escute o que eu canto
Mas não confunda
É de paz o que canto
Que me diz de privilégios
De uma raça soberana
Superiores, inferiores
Mingua de poder!
Como se te ocorresse
Que alguns são eleitos
E outros são para descarte
Ambições de poder

É ruim teu destino
O que marcou teu caminho?
A canção que é valente
É canção para sempre

Como disse minha avó
Aqui o que não corre voa
E no planeta são tantos
Como podem ser tantos?
Na escola nos ensinam a memorizar
Datas de batalhas
Mas pouco é o que nos ensinam de amor
Discriminar! Isso não está nada bem
Ante os olhos de Deus todos somos iguais
É você que faz as guerras
Fala frases falsas
É o que ama a violência
Que não tem consciência nunca pensa, nunca pensa
Não cuida nem de sua alma, mambo!

Bicho ruim!
Todos dizem que você é
Bicho ruim!
Assim como se vê
Bicho ruim
Bicho ruim!
Todos te dizem que você é
Bicho ruim
Assim como se vê
Bicho ruim
Bicho ruim
Todos dizem que você é
Bicho ruim
Assim como se vê
Bicho ruim

Porque vai machucando
A quem é diferente?
Impondo posturas
Sempre com a mão dura

Bicho ruim!
Todos dizem que você é
Bicho ruim!
Assim como se vê
Bicho ruim
Bicho ruim!
Todos te dizem que você é
Bicho ruim
Assim como se vê
Bicho ruim
Bicho ruim
Todos dizem que você é
Bicho ruim
Assim como se vê
Bicho ruim

Você tem casaco
Outros morrem de frio
Você é o que anda matando
O que vai torturando

Bicho ruim!
Todos dizem que você é
Bicho ruim!
Assim como se vê
Bicho ruim

Sim

Eu não vou
Pra guerra
Pra violência
Pra injustiça
Nem pra sua ganância

Diga não!

Paz no mundo!

Composição: Flavio Oscar Cianciarulo
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Los Fabulosos Cadillacs

Ver todas as músicas de Los Fabulosos Cadillacs