Flow Gustavo Lázaro

Lil' Lixo

[Lil Lixo]
Ninguém sabe das parada que eu já vivi
Entro no mercado e ninguém quer me segui
Ninguém sabe como é chato, como branco sofre
Diz aí, é só negro que morre?
Aah, parece fácil, né?
E o Batoré dando ideia errada
Ideia que só nos ilude
E os cara branco
E os cara branco
Lázaro, nos ajude

No YouTube os negro só quer reclamar
Enquanto os branco todo mundo quer matar

Gustavo Lázaro é uma vítima
Um herói

Ninguém sabe como é foda ser um boy

[Lil Bil]
Não é só negro que morre
Branco também se fode
Quando chega a polícia
É mo delicia my dad resolve
Não existe racismo pelo menos não comigo
Tenho desprezo por tudo aquilo que não vivo
Conto grana, conto nota
Quanta nota você conta
Com seus conto de mentira
Que no rap você canta
Favelado de Brasília tipo Sid
Eu sou sad, herdeiro da minha família
Gasto tudo lá na shed

Notorious, Tupac, Sabotage
Todos negros e os branco? Sacanagem
Eazy-e, XX e o Guina
Nem a morte quer branco que faz rima

Cê não sabe o quanto é foda, insolação
Meu sofrimento é igual escravidão
Todo negro zoa branco; seu alemão
Gustavo Lázaro, defensor de uma nação

Se eu uso dread, apropriação
Se eu fumo um beck, legalização
Se eu faço um rap, é só zoação
Tudo é foda só porque eu não sou marrom

Cê não sabe o quanto é foda, insolação
Meu sofrimento é igual escravidão
Todo negro zoa branco, seu alemão
Gustavo Lázaro, defensor de uma nação


Posts relacionados

Ver mais no Blog