LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

La Telesita

Jorge Cafrune

Tradução automática via Google Translate

La Telesita

He venido Telesita
Como aquél que no hace nada
A dejarte el corazón
Y llevarme tu mirada

Aquí me tienes, vidita
Deshecho por tus amores
Mi corazón padeciendo
Penas de todos colores

Aunque encerrada te tengan
En cal y canto y arena
Si tu amor es como el mío
Sabrá borrar las barreras

Yo te he'I de querer, vidita
Aunque todos se me opongan
Soy un gavilán constante
Cuando sigo una paloma

De vicio te estoy mirando
Cara a cara y frente a frente
Y no te puedo decir
Lo que mi corazón siente

Telesita, Telesita
La dueña de mis amores
No permitas que me acabe
Sin gozar de tu favor

Yo sé que me andas queriendo
Aunque no me digas nada
Lo que no dicen tus labios
Me lo dice tu mirada

Si me quemo, no me apagues
Déjame seguir quemando
Siempre que sean tus amores
Los que me estén incendiando

Ahí tienes mi corazón
Dale muerte si tú quieres
Pero como estás adentro
Si lo matas, también mueres

Mucho me temo, vidita
No complacer tus deseos
Si mi corazón se calla
Los dos juntos moriremos

Al cajón en que me entierren
Que no lo claven con clavos
Clávalos vos, Telesita
Con los besos de tus labios

Telesita, Telesita
La dueña de mis amores
No permitas que me acabe
Sin gozar de tu favor

O telesite

Eu vim Telesita
Como quem não faz nada
Para deixar seu coração
E pegue seu visual

Aqui você me tem, garotinha
Desfeita por seus amores
Meu coração sofrendo
Penalidades de todas as cores

Embora trancados, eles têm você
Em cal e música e areia
Se o seu amor é como o meu
Vai saber para apagar as barreiras

Eu te amei garotinha
Embora todo mundo se oponha a mim
Eu sou um sparrowhawk constante
Quando eu sigo um pombo

Estou olhando para vice
Cara a cara e cara a cara
E eu não posso te dizer
O que meu coração sente

Telesite, Telesita
O dono dos meus amores
Não me deixe terminar
Não está gostando do seu favor

Eu sei que você está me querendo
Mesmo se você não me disser nada
O que seus lábios não dizem
Seu olhar me diz

Se eu queimar, não me assuste
Deixe-me continuar queimando
Sempre que seus amores são
Aqueles que estão me queimando

Lá você tem meu coração
Dê-lhe a morte se quiser
Mas desde que você está dentro
Se você matá-lo, você também morrerá

Tenho medo, garotinha
Não agrade seus desejos
Se meu coração está quieto
Nós dois juntos morreremos

Para a gaveta em que estou enterrado
Não pregue com unhas
Clávalos vos, Telesita
Com os beijos dos seus lábios

Telesite, Telesita
O dono dos meus amores
Não me deixe terminar
Não está gostando do seu favor

Composição: Agustin Carabajal
Enviada por Paulo