A Dama da Boate Azul

Joaquim e Manuel

Na boate, eu estava bebendo
Medicando meu mau de amor
Uma dama com delicadeza
Conseguiu acalmar minha dor

Nós bebemos até horas mortas
E assim a partir dessa vez
Quando a boate abrir suas portas
Eu serei o primeiro freguês

Nesta boate vai mulher da zona leste
Zona norte, zona oeste
E toda zona sul
Todas as noites vou rever a minha amada
Linda flor da madrugada
Dama da boate azul

Hoje mesmo me encontro com ela
Mas não é para beber demais
Vou dizer que por causa dela
Eu estou nesta vida sem paz

Hoje eu volto lá na zona sul
E a levo daquele local
Esta noite a boate azul
Vai perder a dama principal


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Joaquim e Manuel

Ver todas as músicas de Joaquim e Manuel