Eu Nasci Há 25 Anos Atrás PT. Ii

Javipior

Javipior, murde music
Eu nasci há 25 anos atrás PT. 2
Ah, que parada mal feita. Você já não tem 27?
Cala boca

Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás

Eu escrevi com 25, subi com 26
E agora com 27 venho falar para vocês
Sobre o que aconteceu nesse tempo que se deu
1 ano se passou e o Javipior cresceu

E você com 15 achando que viveu a mesma cena
Cê nasceu em 67 nem Matrix viu no cinema
E ainda reclamando que não falamos de Restart?
Se isso marcou sua vida meu amigo se mate

Porque com 27 anos de uma vida vem vivida eu digo
Foda-se o Restart e sua roupa colorida
Ao invés de iPad a gente tinha um Game Boy
Yo Yo da Coca Cola, pense bem da Tectoy
Não tinha Cartoon Network, não tinha TV a cabo
Se quisesse ver desenho era um pouco complicado

O que tinha era Cavaleiros da Manchete
Assistir TV Colosso, Alugar VHS
Se alugasse no final tinha que rebobinar
E as fitas de Nintendo
A gente tinha que assoprar para funcionar
Para jogar Super Mario Bros, Contra, Metroid
Double Dragon, Paperboy

Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
E comprava Kinder Ovo a 1 Real

Tu quer falar de game irmão eu não entendo
Você começou no Playstation e eu no Super Nintendo
Já zerava Mario Kart em 92
E você no emulador muitos anos depois
Os clipes do Michael Jackson a gente via no Fantástico
Ele era negão, talentoso e fodástico

Até ser acusado gostar de moleques
Depois disso todo dia era uma nova manchete
Sobre seu comportamento perturbador
Suas plásticas, suas máscaras, sua vida era um horror
E o mundo ria dele para matar o tédio
Até ele morre numa OD de remédio

Mas a mídia precisa vender jornal
Então o colocaram num pedestal
E hoje Michael Jackson é quase um Deus
Mas quem nasceu há 25 sabe bem o que aconteceu

Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
E achava que o Marilyn Manson era o Paul dos Anos Incríveis

Eu cresci num país imerso em inflação
Com tudo bloqueado nossa vida uma prisão
Nós pintamos a cara e seguimos em frente cantando
Hoje eu tô feliz matei o presidente

A copa de 94 emocionou o Brasil todo
Que nas eliminatórias se classificou no último jogo
Ninguém acreditava naquela seleção
Mas a raça de Romário mudou nossa opinião
E o Brasil virou tetra, título que não tinha
E eu ainda completei meu álbum de figurinha

Pode crer, difícil descrever, ter visto o Senna correr
Os Mamonas cantar
Fazendo a gente, sorrir para depois chorar
Com esse mal irremediável
Que um dia vai chegar
E quando chegar que tenha valido a pena
Assim como valeu para o
Mamonas e pro Senna

Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
E comprei o leãozinho da Parmalat, tomou?

Eu vi o grunge mudar a cara do rock
Para depois ser transformado em mais um produto pop
Eu vi a música morrer junto com o Kurt Cobain
Cazuza, Freddie Mercury e Renato também

O tempo foi passando e foi ficando diferente
Michael Jackson virou branco e Rodolfo virou crente
E hoje somos órfãos vagando sem destino
Em um mundo sem música sem arte, sem hino
Procurando por algo de verdade
Um pedaço sincero de realidade

Mas tudo virou fórmula e nada é complicado
Todos fazem o óbvio e se encaixam no mercado
Acho que já disse muito vou ficar por aqui
Pode voltar pro Facebook, ver sua novela e dormir

Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
Eu nasci há 25 anos atrás
E meu ICQ tinha 7 dígitos

Enviada por Carol. Revisão por Liunay.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Javipior

Ver todas as músicas de Javipior