Eu Sou o Teu Vaso

Gerusa Barros

Chorando, sofrendo, aflita, tudo estava perdido
Clamando, pedindo, esperando uma resposta de Deus
Sou uma simples viúva, acabou os recursos
Já me tiraram tudo até os meus filhos
Querem levar cativos, não sei o que fazer
Me socorre, Senhor, eu não quero morrer

Mas Deus ainda usa profeta
Ele vem chegando, é sinal de resposta
Vem se aproximando e a mulher chega lá
E na presença do profeta se dispôs a falar

(Eliseu, homem de Deus
Meu marido, teu servo, morreu
E tu sabes que ele era temente ao Senhor
E veio o credor e quer levar os meus dois filhos
Para serem servos
Mas Eliseu falou: O que posso fazer por ti, mulher?
O que tens em casa?
E ela respondeu
Tua serva não tem nada, a não ser uma botija de azeite)

Se tem azeite tem resposta
Se tem azeite tem unção
Pois é usando a tua fé que o teu pouco vira muito
E Deus traz a provisão
O Senhor mandou juntar os vasos
Quanto mais juntar vai ser melhor
Vasos emprestados para usar
Quando deitar o azeite o Senhor vai derramar

O azeite está derramando, está derramando, está derramando
E ele está multiplicando, está enchendo, está transbordando
Assim vai ser na tua vida
Deixa Ele te usar
Você é o vaso, Ele é o Oleiro que vai trabalhar
Quem tem azeite tem resposta
E o Senhor enche teu vaso até transbordar

Vai te encher de poder
Vai te encher agora
Vai te encher de autoridade
Te encher de glória
Vai te encher de força, vitória na mão
Vai te encher de saúde, te encher de unção

Onde estão os vasos? Onde estão os vasos?
Onde estão os vasos para o Senhor encher?
Senhor, eu sou teu vaso! Senhor, eu sou teu vaso!
Senhor, eu sou teu vaso! Me encha de poder!

Composição: Áquila Sousa
Enviada por allane. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog