Sou Um Vaso

Eliane Fernandes

Sou um vaso, sou de barro, e o oleiro, me fez assim
Sou de barro, não de ouro
Mas tenho um tesouro dentro de mim
Nos momentos de angustias ou no fogo da provação
Mas o vaso não reclama e o oleiro o toma nas mãos

Eu sou um vaso nas mãos do oleiro
Minha vida por inteiro
Está nas mãos de Jesus

Usa-me, usa-me

Quando saio da fornalha pelo oleiro sou aprovado
Pois passando pelo fogo estou pronto pra ser usado
Se estou quase desistindo
Me sentindo um vaso quebrado
Volto a casa do oleiro então saio de lá renovado

Eu sou um vaso nas mãos do oleiro
Minha vida por inteiro
Está nas mãos de Jesus

Eu sou um vaso nas mãos do oleiro
Minha vida por inteiro
Está nas mãos de Jesus

Usa-me, usa-me
Usa-me, usa-me

Composição: Eliane Fernandes / Raimundo Feitosa
Enviada por Cristina. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Eliane Fernandes

Ver todas as músicas de Eliane Fernandes