O Sobrenatural

Eliã Oliveira

Aconteceu, aconteceu
Um grande reboliço ali aconteceu
Eu não acreditava, mas aconteceu
Eu não sei explicar, só sei que aconteceu

Aconteceu (aconteceu), aconteceu
Quando eu profetizava, assim aconteceu
O sobrenatural, o incompreensível
O que era totalmente impossível

Aleluia (aconteceu), aleluia
Aleluia (o sobrenatural), aleluia
Aleluia, aconteceu!

Veio sobre mim a mão do Senhor
E me levou em espírito e me colocou
No meio de um vale de ossos secos
Secos, sequíssimos

E disse-me: Filho do homem
Poderão reviver estes ossos?
Ah, eu disse: Senhor, Tu sabes
Só Tu sabes!

E Ele me disse: Profetiza sobre estes ossos (profetiza)
E dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor
Assim diz o Senhor Jeová a estes ossos
Eis que farei entrar em vós o meu espírito e vivereis
E sabereis que Eu sou o Senhor

Então profetizei, como Ele me deu ordens
E houve um reboliço, e houve um ruído
Meu Deus, como pode?
Cada osso se juntava (se juntava)
Cada osso se encaixava (se encaixava)
Enquanto o vento soprava (soprava)
Tudo se organizava

Foi aparecendo nervo
Foi aparecendo a carne
Em seguida, veio a pele
E o corpo se formava
Porém, faltava vida
Mas quem dá vida, ali estava

E me disse: Profetiza o espírito
Profetiza, filho do homem
E diz ao espírito: Assim diz o Senhor Jeová
Vem dos quatro ventos o espírito
E assopra sobre estes mortos para que vivam!

E profetizei, como Ele me deu ordem
E entrou neles o espírito
Entrou neles o espírito e se puseram de pé
E levantou-se ali um quão grande exército
E eu pode ver de perto quão grande é o meu Senhor!

Este é o Deus que eu conheço (Ele é Deus)
Que dá vida a ossos secos (Ele é Deus)
Faz reboliço na Terra (não mudou)
Ele é o mesmo, não mudou (Ele é Deus)
Quando o homem diz: Não pode
Isso aqui não adianta
Isto é causa perdida
Tua história terminou

Se um vale de ossos secos
Pode voltar a ouvir a voz do Profeta
E ainda pode levantar dali
O que é impossível, irmão?
Deus é Deus, recebe, então
Teu milagre hoje, aqui

Este é o Deus que eu conheço (Ele é Deus)
Que dá vida a ossos secos (Ele é Deus)
Faz reboliço na Terra (não mudou)
Ele é o mesmo, não mudou (Ele é Deus)
Quando o homem diz: Não pode (Ele é Deus)
Isso aqui não adianta (Ele é Deus)
Isto é causa perdida (não mudou)
Tua história terminou (Ele é Deus)

Se um vale de ossos secos
Pode voltar a ouvir a voz do profeta
E ainda pode levantar dali
O que é impossível, irmão?
Deus é Deus, recebe, então
Teu milagre hoje, aqui

(Ele é o Deus do impossível, irmão)
Ele é Deus!

Composição: ELIÃ OLIVEIRA
Enviada por Fillipi. Legendado por Gabriel. Revisões por 7 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Eliã Oliveira

Ver todas as músicas de Eliã Oliveira