Apaga La Maquina

Christopher Von Uckermann

Original Tradução Original e tradução
Apaga La Maquina

Redes de amor virtual
Vivimos latiendo entre maquinas
Suspiros autómatas
Quien sabe si pueda verte llorar

¿No ves que un robot ocupo mi lugar?
¿Ves? Tus besos por cables se van
Ni lejos ni cerca estas

Verte sin tocarte
Entre líneas navegarte
Sin piel enamorarme
Pruébame si es real a través del cristal

Antes que se enfríen tus manos y me olvides
Envíame una carta con tinta azul
Para ver que la escribiste tú
Y apaga la maquina

Latidos mecánicos
Caras que rien igual a ti
Dos cuerpos sin conexión
Fusión imposible entre allá y aquí

Yo soy un robot de verdad
Así, me dejo en la red enredar
Ni lejos ni cerca estas

Verte sin tocarte
Entre líneas navegarte
Sin piel enamorarme
Pruébame si es real a través del cristal

Antes que se enfríen tus manos y me olvides
Envíame una carta con tinta azul
Para ver que la escribiste tú

Conéctate con mi ser
Y abraza mi humanidad
Completa tu soledad

Vivamos en mundo real
Tus manos quiero tocar
Sentir tu cuerpo
Tu esencia capturar

Verte sin tocarte
Entre líneas navegarte
Sin piel enamorarme
Pruébame si es real a través del cristal

Antes que se enfríen tus manos y me olvides y me olvides
Envíame una carta con tinta azul
Para ver que la escribiste tú
Y apaga la maquina

Y apaga la maquina
Y apaga la maquina
Y apaga la maquina

Desligue a Máquina

Redes de amor virtual
Vivemos batendo entre máquinas
Suspiros automáticos
Quem sabe assim eu posso ver você chorar

Não vê que um robô ocupou o meu lugar
Vê? Que seus beijos novamente se vão
Nem longe, nem perto estas

Te ver sem te tocar
Entre linhas te navegar
Sem pele, me apaixonar
Me prove que é real através do cristal

Antes que esfrie suas mãos e me esqueça
Envie-me uma carta com tinta azul
Para ver que quem escreveu foi você
E desligue a máquina

Batimentos mecânicos
Caras que riem igual a você
Dois corpos sem conexão
Fusão impossível entre lá e aqui

Eu sou um robô de verdade
Sim, e deixe-me ver a verdade
Nem longe nem perto estas

Te ver sem te tocar
Entre linhas te navegar
Sem pele, me apaixonar
Me prove que é real através do cristal

Antes que esfrie suas mãos e me esqueça
Envie-me uma carta com tinta azul
Para ver que quem escreveu foi você

Conectar-te com o meu ser
E abraça minha humanidade
Completa sua solidão

Vivemos no mundo real
Suas mãos quero tocar
Sentir seu corpo
Sua essência capturar

Te ver sem te tocar
Entre linhas te navegar
Sem pele, me apaixonar
Me prove que é real através do cristal

Antes que esfrie suas mãos e me esqueça
Envie-me uma carta com tinta azul
Para ver que quem escreveu foi você
E desligue a máquina

E desligue a máquina
E desligue a máquina
E desligue a máquina

Enviada por Juliana e traduzida por Camila. Legendado por Bruna e Larissa. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Christopher Von Uckermann

Ver todas as músicas de Christopher Von Uckermann