Prière Païenne

Céline Dion

Original Tradução Original e tradução
Prière Païenne

Les mains serrées, çà c'est facile
Fermer les yeux, j'aime plutôt çà
Genoux pliés, pas impossible
Se taire un peu, «Mmm» pourquoi pas

Mais ma prière, elle est qu'à moi
J'y mets tout ce que j'aime, ce que j'espère
Tout ce que je crois

Je prie la terre de toute ma voix
Mais pas le ciel, il m'entend pas
Mais pas le ciel, trop haut pour moi

Quand j'me réveille je loue le jour
La vie toujours, toutes ses merveilles

Je prie les roses, je pris les bois
Les virtuoses, n'importe quoi

Je prie l'hiver quand il s'en va
L'été, les étoiles et la mer
Et le soleil et ses éclats

Et j'suis sincère, j'prie pour tout çà
Mais toi le ciel, tu n'entends pas
Mais toi le ciel, est-ce que t'est là

C'est ma prière païenne
Mon crédo ma profession de foi
C'est ma supplique terrienne
J'y mets tout ce que j'espère
Et tout ce que je crois

Je prie la terre, de toute ma voix
Et toi le ciel, nous oublie pas

Je prie les hommes, je prie les rois
D'être plus homme, d'être moins roi

Je prie les yeux, les yeux défaits
Ce que les cieux, ne voient jamais
Je prie l'amour, et nos cerveaux
Qu'on imagine et qu'on se bouge
Et sans trop compter sur là-haut

Savant poète, je prie pour toi
Et toi le ciel, écoute-moi
Et toi le ciel, entend ma voix

Je prie la paix, l'inespérée
Les «Notre Père» n'ont rien donné

Et tous les hommes de lumière
Qui font la guerre à la guerre

Je prie nos rêves, je prie nos bras
Mais toi le ciel, entends ma voix
Et toi le ciel, entends nos voix,
Nous oublie pas

Gentil Oração

Aperte as mãos, que é fácil
Fechar seus olhos, eu gosto bastante disso
Se curve de joelhos, não é impossível
Abaixe um pouco a voz, Mmmm porque não?

Mas a minha oração, é só minha
Eu pus tudo que amo, que eu espero
Tudo o que eu acredito

Eu rezo pra terra com toda minha voz
Mas não no céu, ele não me ouve
Mas não no céu, é muito alto para mim,

Quando eu acordo, eu elogio a luz
Na vida sempre, tudo é maravilha

Eu rezo para as rosas, eu rezo para os bosques
Virtuosos, não importa

Eu rezo pro invendo quando ele vai embora
O verão, as estrelas e o mar
E o sol que brilha

E eu sou sincera, eu rezo para tudo isso
Mas você no céu, você não ouve
Mas você no céu, você esta aí?

Essa é minha gentil oração
Minha crença, minha profissão de fé
É minha súplica para a terra
Eu pus tudo o que eu espero
E tudo o que eu acredito

Eu rezo pra terra, com toda minha voz
E você no céu, não me esqueça

Eu rezo aos homens, eu rezo aos reis
Pra ser mais do que homens, para ser menos rei

Eu rezo para os olhos, os olhos quebrados,
O que os céus, nunca vê
Eu rezo pro amor, e nossos cérebros
O que imaginamos e movemos
E sem contar muito alto

Sábio poeta , eu rezo por você
E você no céu, me escute
E você no céu, ouça minha voz

Eu rezo pra paz, o inesperado
O ''nosso Pai'' não tem nada a dar

E todos os homens de luz
Que fazem guerra e guerra

Eu rezo por nossos sonhos, eu rezo para nossos braços
Mas você no céu, ouça minha voz,
E você no céu, ouça nossas vozes,
Não nos esqueça

Composição: Jean-Jacques Goldman
Revisão por talita.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog