Juízo Final

Cavaleiro Dragão

Estrela brilhou no céu
Um calafrio surgiu em mim
Já é noite e tudo virou breu
Fecho os meus olhos esperando o meu

Todos soltos pelo ar
Dançando a música da morte
O fogo do chão começa a brotar
Esta lançada à sorte

Cheiro de sangue quente
Parece não acabar jamais
E o pulsar do corpo não sente
Tenho medo de olhar para trás
Tenho o medo de olhar para trás!

Onde o nego surgiu no céu
As sombras seguram suas assas
Será agora o final de tudo?
Chove o fogo em todas as casas!

Cheiro de sangue quente
Parece não acabar jamais!
E o pulsar do corpo não sente
Tenho medo de olhar para trás
O medo de olhar para trás!

Demônios caçam famintos
Em busca da sua presa
Este lugar foi entrgue ao fogo
Nenhuma alma saíra ilesa

Qual o sentido daqui em diante
Que as hitórias nunca demonstram
Fechada nos livros dos ignorantes
Dois caminhos que nunca se encontram

Cheiro de sangue quente
Parece não acabar jamais
E o pulsar do corpo não sente
Tenho medo de olhar para trás

Cheiro de sangue quente
Parece não acabar jamais!
E o pulsar do corpo não sente
Tenho medo de olhar para trás
Tenho medo de olhar para trás

Composição: Charles Arce
Enviada por Edmund.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Cavaleiro Dragão

Ver todas as músicas de Cavaleiro Dragão