Canção Clichê

Carol Naine

Não é que eu queira escrever sobre o amor
Mas os letristas sofrem dessa tentação
Que me perdoem os poetas de plantão
Vamos falar do coração
Não é que eu queira abusar de algum clichê
mas a verdade é que eu não vivo sem você

Não é que eu queira parecer tradicional
Mas minha métrica é circunstancial
Que me perdoem os ritmistas de plantão
Vamos parar na marcação
Não é que eu queira um arranjo démodé
Mas a verdade é que eu não vivo sem você

Não é que eu queira uma palavra original
Nosso romance é inconstitucional
Que me perdoem os marqueteiros de plantão
Vamos usar frase chavão
Não é que eu queira estipular algum dizer
Mas a verdade é que eu não vivo sem você

Não é que eu queira conduzir a um grand final
E extrapole num crescente instrumental
Que me perdoem os cantores de plantão
Vamos mudar a entonação
Não é que eu queira interromper essa rotina
Mas pra fechar, que seja um tom acima

Não é que eu queira conduzir a um grand final
E extrapole num crescente instrumental
Que me perdoem os puristas de plantão
Vamos voltar para o refrão
Não é que eu queira abusar de algum clichê
Mas a verdade é que eu não vivo sem você

Composição: Carol Naine
Enviada por Felipe.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carol Naine

Ver todas as músicas de Carol Naine