Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

O Anarquista Conservador

Camisa de Vênus

Meu charme é irrecusável
E eu danço divinamente
Sua a risada tão irritante
Suas pernas tão atraentes
Vou lhe conduzir por salões
Que você não imaginou
Irei lhe devolver em dobro o que você nunca emprestou

Essa frescura de novo normal
Que você chama diversidade
Será por ignorância
Ou simplesmente ingenuidade

Tudo que sempre existiu
Continua como sempre foi
Olhe nas tetas da vaca
E veja o membro do boi

Não tente me decifrar
Ora faça-me o favor
Eu sou o seu paradoxo
O anarquista conservador

O homem busca a sua coragem
No dinheiro e no bourbon
A mulher sempre a encontra
No salto alto e no batom

Pois amor é o nome dado
Para a carência e apatia
É o medo de ir dormir
Sem nenhuma companhia

Se me deparo com a tradição
Faço questão de reverenciar
Mas logo perco o interesse
Então só quero esculhambar

Essa deve ser a trilha
Por onde seguirei sozinho
Os fracos herdaram a terra
Não me resta outro caminho

Não tente me decifrar
Ora faça-me o favor
Eu sou o seu paradoxo
Um anarquista conservador

Chorar, ajoelhar, rezar
Nada disso é preciso
É melhor reinar no inferno
Do que servir no paraíso

Falar que luta pela paz
É a mais pura imbecilidade
É como dizer que quer foder
Em busca da virgindade

O anjo do perdão
Perdeu as botas e as asas
Nossa cova com certeza
Será pra lá de cova rasa
Mas eu já sobrevivi
A duzentos funerais
Caindo de cima das torres
E dando saltos mortais

Não tente me decifrar
Ora, faça-me o favor
Eu sou o seu paradoxo
O anarquista conservador

Não, não
Não tente me decifrar
Ora, faça-me o favor
Eu sou o seu paradoxo
O anarquista conservador

Composição: Marcelo Nova
Enviada por Nando. Revisão por João.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Camisa de Vênus

Ver todas as músicas de Camisa de Vênus