El Mismo Aire

Camilo

Original Tradução Original e tradução
El Mismo Aire

Si quieres, bota mis cuadernos
Si quieres, borra hasta mi número del celular
Si quieres, prende con mis cartas
Una fogata, a ver si logras calentar
Lo que no pude con mis besos
Y los abrazos que nunca te supe dar
Pasamos de decir: Te amo
A no poder decirnos: Hola, ¿cómo estás?

Tú y yo
Pasamos de ser todo a nada
De comernos con la mirada
Y ahora estamos frente a frente
Y ni siquiera puedes mirarme a la cara
Vivíamos de boca a boca
Los labios no querían soltarse
Y ahora aquí en el mismo cuarto
No podemos respirar el mismo aire

Llévate el tapete
Llévate mi vida, que agarraste de juguete
Llévate ese par de anillos que nos comprometen
Y aunque no quiera perderte, te diría: Vete
Pero el que se va soy yo
Y cuando me vaya, me llevo el reloj
Pa' llevarme el tiempo que pasé contigo
Que no fue perdido
Todas las memorias las llevo conmigo

Tú y yo
Pasamos de ser todo a nada
De comernos con la mirada
Y ahora estamos frente a frente
Y ni siquiera puedes mirarme a la cara
Vivíamos de boca a boca
Los labios no querían soltarse
Y ahora aquí en el mismo cuarto
No podemos respirar el mismo aire

Si quieres, bota mis cuadernos
Si quieres, borra hasta mi número del celular
Si quieres, prende con mis cartas
Una fogata, a ver si logras calentar

Tú y yo
Pasamos de ser todo a nada
De comernos con la mirada
Y ahora estamos frente a frente
Y ni siquiera puedes mirarme a la cara
Vivíamos de boca a boca
Los labios no querían soltarse
Y ahora aquí en el mismo cuarto
No podemos respirar el mismo aire

O Mesmo Ar

Se você quiser, jogue fora meus cadernos
Se quiser, apague até o número do meu celular
Se você quiser, acenda com minhas cartas
Uma fogueira, para ver se você consegue se aquecer
O que eu não pude com meus beijos
E os abraços que eu nunca soube te dar
Passamos de dizer: Eu te amo
A não poder dizer: Oi, tudo bem?

Você e eu
Passamos de ser tudo a nada
De nos comer com o olhar
E agora estamos frente a frente
E você nem ao menos pode me olhar na cara
Vivíamos de boca em boca
Os lábios não queriam se desgrudar
E agora aqui no mesmo quarto
Não podemos respirar o mesmo ar

Leve o tapete
Leve minha vida, que você pegou como um brinquedo
Leve com você esse par de anéis que nos compromete
Mesmo que eu não queira te perder, eu diria: Vá embora
Mas quem vai embora sou eu
E quando eu for, levo comigo o relógio
Para levar o tempo que passei com você
Que não foi perdido
Todas as memórias as levo comigo

Você e eu
Passamos de ser tudo a nada
De nos comer com o olhar
E agora estamos cara a cara
E você nem ao menos pode me olhar na cara
Vivíamos de boca em boca
Os lábios não queriam se desgrudar
E agora aqui no mesmo quarto
Não podemos respirar o mesmo ar

Se você quiser, jogue fora meus cadernos
Se quiser, apague até o número do meu celular
Se você quiser, acenda com minhas cartas
Uma fogueira, para ver se você consegue se aquecer

Você e eu
Passamos de ser tudo a nada
De nos comer com o olhar
E agora estamos frente a frente
E você nem ao menos pode me olhar na cara
Vivíamos de boca em boca
Os lábios não queriam se desgrudar
E agora aqui no mesmo quarto
Não podemos respirar o mesmo ar

Composição: Camilo Echeverry / Edgar Barrera / Jon Leone / Juan Morelli / Richi Lopez
Enviada por Taylor e traduzida por Nathalia. Legendado por Nathalia e Taylor. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog