Analisando letras

Significado da música Strawberry Fields Forever, dos Beatles

Por Mateus Pereira Silveira

8 de Março de 2020, às 19:00


Quando se fala nos maiores artistas da história da música, uma coisa é certa: os Beatles vão fazer parte dessa lista.

Os garotos de Liverpool deixaram sua marca no mundo, revolucionando o meio musical, com um legado que é transmitido a cada geração. 

The Beatles
Créditos: Divulgação

Mais que sucessos e recordes, a banda possui canções com letras cheias de histórias e significados profundos e curiosos, sempre ligadas às experiências pessoais de cada membro do grupo. 

Uma dessas é Strawberry Fields Forever, aclamada por críticos como uma das melhores músicas dos Beatles pelos arranjos ousados e pela sua letra com muitos sentidos. 

Por isso, nada mais digno que descobrir mais informações sobre essa composição clássica dos ingleses, não é mesmo? Então vem com a gente entender um pouquinho mais sobre essa letra! 

O significado e a história de Strawberry Fields Forever

Antes de analisar cada estrofe de Strawberry Fields Forever, um pequeno spoiler: a canção não se trata de campos de morango como o nome sugere.

E vale lembrar que você também pode compartilhar a sua ideia sobre a música aqui nos comentários! 😉

Let me take you down (Me deixe te levar comigo)
‘Cause I’m going to strawberry fields (Porque eu estou indo para campos de morango)
Nothing is real (Nada é real)
And nothing to get hung about (E não há nada com o que se preocupar)
Strawberry fields forever (Campos de morango para sempre)

Como falamos antes, a explicação do título da música é diferente do que imaginamos: Strawberry Fields é, na verdade, um orfanato do Exército da Salvação, uma das maiores instituições de caridade do mundo, que fica próximo de onde John Lennon morava quando criança. 

orfanato Strawberry Fields
Portaria do orfanato Strawberry Fields / Créditos: Divulgação

Nessa época, ele e seus amigos pulavam os muros do local para brincar nos jardins arborizados de lá. 

John também ficava empolgado quando a banda do Exército da Salvação tocava na quermesse organizada pela instituição, marcando seus momentos de diversão. 

O convite feito no primeiro verso sugere uma visita a um universo particular, que pode ser simbolizado por um campo de morangos ou pelo espaço de sua infância, o que dá um duplo sentido para a canção. 

Quando a canção fala que nada é real, entendemos que esse local pode ser imaginário, onde se cria um cenário confortável, diferente da realidade na qual o compositor tem dificuldade de se encaixar. 

Na frase seguinte temos um fato bem legal. A expressão nothing to get hung about, usada para mostrar que não há motivos para preocupações, se tornou mais popular na língua inglesa por causa da música. 

Isso mostra que as experimentações da banda foram além das harmonizações de melodias e instrumentos, trazendo um novo significado para o cotidiano. Ao fim do coro vemos que Strawberry Fields representa um espaço de boas recordações para o cantor.

Strawberry Fields
Créditos: Divulgação

Living is easy with eyes closed (Viver é fácil com os olhos fechados)
Misunderstanding all you see (Sem entender tudo o que você vê)
It’s getting hard to be someone (Está ficando difícil ser alguém)
But it all works out (Mas no fim tudo dá certo)
It doesn’t matter much to me (Isso não me importa muito)

Muitas análises da canção comparam ela com uma sessão de terapia, em que John avalia sua trajetória e desajuste social. Portanto, as lembranças de Strawberry Fields representam um porto seguro. 

Sendo a banda mais importante da época, os Beatles não passaram ilesos por polêmicas, principalmente John.

Ele era amado pelo público e reconhecido pela convicção de seus ideais, mas também tinha problemas de relacionamento e de abuso de drogas. 

John Lennon
John Lennon / Créditos: Divulgação

Para alguém que tinha uma forma diferente de pensar, ver todas as desigualdades e cobranças que acontecem no mundo era perturbador. Nesse caso, fechar os olhos ou não se importar pode ser uma saída. 

Logo, a solução era fugir para um mundo criado dentro da sua cabeça. Com uma realidade alternativa, ao estilo Alice no País das Maravilhas, as preocupações não o alcançariam e tudo ficaria bem. 

No one I think is in my tree (Eu acho que não tem ninguém na minha árvore)
I mean, it must be high or low (Quer dizer, deve estar acima ou abaixo)
That is, you can’t, you know, tune in (Ou seja, você não pode, você sabe, entrar em sintonia)
But it’s all right (Mas está tudo bem)
That is, I think it’s not too bad (Assim, eu acho que não está tão ruim)

A música se tornou um clássico dos Beatles pela forma como a letra se conecta ao pensamento e à vivência de John.

De forma inteligente, ele usou palavras e figuras de linguagem para mostrar seus sentimentos e a incapacidade de se enquadrar em um único perfil. 

Por exemplo, ao cantar no one I think is in my tree, John quer dizer que ninguém está a sua altura. É como se ele falasse que era diferentão, sabe? 

As experiências do cantor moldaram seu modo de enxergar a vida. O próprio John declarou em entrevista que ele questionava se era um louco ou um gênio, algo mostrado em it must be high or low, algo como sou oito ou oitenta.

É possível entender que isso afeta outras pessoas e a resposta rápida para diminuir essa angústia é se adequar com o padrão ao seu redor. 

Parece triste né? Na verdade, a música deixa claro que essa não é a pior das situações.

Uma curiosidade: a última frase da estrofe it’s not too bad (não está tão ruim) era a primeira escolha para o nome da canção! 

Always, no sometimes, think it’s me (Sempre, não às vezes, penso que sou eu)
But you know I know when it’s a dream (Mas você sabe que eu sei quando é um sonho)
I think I know I mean a yes (Eu acho que sei o que significa um sim)
But it’s all wrong (Mas está tudo errado) 
That is I think I disagree (Por isso eu acho que discordo)

Em Strawberry Fields Forever os momentos de alegria da vida são comparados a um sonho psicodélico, como se as boas lembranças nos levassem a uma sensação de transe ou um universo imaginário. 

Mesmo que o personagem da canção afirme saber quando está vivendo um sonho, essa sensação de confusão fica evidente pelo uso de termos como eu acho e eu penso, transmitindo a ideia que talvez o compositor tenha mais questionamentos que certezas. 

É na linguagem desajustada que mora o brilhantismo da música, com os trechos invertidos, o ajuste experimental dos instrumentos e a genialidade dos Beatles.

Os bastidores da música 

Todo grande sucesso dos Beatles possui uma história interessante. A de Strawberry Fields Forever começou quando John Lennon gravava o filme Como Eu Ganhei a Guerra, filmado em 1966, na Espanha. 

Capa do filme Como Eu Ganhei a Guerra
Capa do filme Como Eu Ganhei a Guerra / Créditos: Divulgação

Entre os intervalos das gravações, John encontrou a sua inspiração para escrever sobre Liverpool: sua mente viajou para as recordações do antigo orfanato. 

Ao apresentar a música para seus amigos de banda, o sentimento foi o mesmo: tinham uma produção sensacional em mãos. 

A partir dali, eles usaram a melodia inicial para realizar mudanças e experiências com instrumentos, o que gerou um tom melancólico e uma aura atemporal, que são aclamados até os dias de hoje. 

Mais clássicos dos Beatles!

Gostou de conhecer esses detalhes? Aproveita que tá na vibe e relembre com a gente as melhores músicas dos Beatles

as melhores dos beatles

Mais sobre os Beatles

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.