LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Analisando letras

O que significa Infinita Highway, do Engenheiros do Hawaii?

Por Camila Fernandes

17 de Junho de 2020, às 12:00


As músicas do Engenheiros do Hawaii são verdadeiras reflexões existenciais. Se você ainda não tinha reparado nisso, certamente vai começar a notar depois de entender o que significa a letra de Infinita Highway.

Humberto Gessinger
Créditos: Divulgação

A música faz parte do álbum A Revolta dos Dândis, de 1987 — segundo álbum de estúdio da banda e primeiro com Augusto Licks na guitarra. Também foi nesse álbum que Humberto Gessinger assumiu o baixo, que viraria mais uma das marcas do Engenheiros. 

Infinita Highway é mais um desses casos em que aparecem várias referências e até citações de obras da filosofia. Bora entender o significado da letra? 

O que significa a música Infinita Highway?

Antes de mais nada, é preciso falar sobre o significado da palavra highway. A tradução literal é autoestrada ou rodovia. Mas não é qualquer rodovia.

Sabe aquelas estradas que aparecem nos filmes norte-americanos, bem longas e sem absolutamente nada dos lados? Isso é uma highway, uma estrada de alta velocidade e longa distância.

Na música, a palavra aparece como uma referência à longa jornada da vida. Gessinger até chegou a comparar o significado dela com a canção Estrada da Vida, de Milionário e José Rico. E por falar em longa, não existe palavra melhor pra definir essa música. 

Tudo que envolve Infinita Highway foi longo: a letra é grande, a canção tem mais de seis minutos e ela demorou anos pra ficar pronta. 

Os primeiros versos foram escritos por Humberto por volta dos 13 anos de idade, e ela só foi finalizada quando o cantor tinha 24 anos, em 1987.

Com um trabalho de composição tão apurado, não podíamos esperar nada menos do que uma letra fantástica e cheia de frases legais. Se você está se perguntando de onde veio a inspiração, saiba que essa não é uma resposta simples.

Podemos mencionar alguns itens que já foram citados pelo próprio Humberto Gessinger em entrevistas: um carro importado do pai de um amigo da adolescência, as confusões da vida, a busca pela liberdade, a filosofia existencialista e as obras de Jean Paul Sartre. 🙆

Bom, agora que você já sabe o contexto da música, é hora de entender o significado da letra!

Análise da letra de Infinita Highway

Você me faz correr demais
Os riscos desta highway
Você me faz correr atrás
Do horizonte desta highway

Logo no começo da música, percebemos que a letra é direcionada a alguém. O cantor está falando com uma pessoa, afirmando que ela o faz correr riscos demais. 

Entendendo highway como sinônimo para jornada, vemos que ele faz uma analogia entre os perigos da estrada e da vida

Ao mesmo tempo em que essa pessoa o faz correr riscos, no entanto, ela também é responsável por fazê-lo ir em direção ao horizonte. Ou seja, buscar o que há de melhor e mais bonito.

Ninguém por perto, silêncio no deserto
Deserta highway
Estamos sós e nenhum de nós
Sabe exatamente onde vai parar

A letra segue fazendo referências ao cenário de uma autoestrada. Dá até pra imaginar a cena dessa estrofe: duas pessoas em um carro, dirigindo em alta velocidade por uma estrada longa e vazia. 

Levando para o sentido da reflexão sobre a vida, entendemos que os dois estão se arriscando sozinhos na descoberta de algo novo. Tudo depende apenas deles, mas nenhum dos dois sabe de fato para onde está indo.

Mas não precisamos saber pra onde vamos
Nós só precisamos ir

Nesses versos, o personagem apresenta uma mudança de postura. Afinal, tudo bem correr riscos, tudo bem não saber o destino da viagem ou o que vai acontecer depois. 

Não queremos ter o que não temos
Nós só queremos viver
Sem motivos, nem objetivos
Estamos vivos e isto é tudo
É sobretudo a lei
Da infinita highway

Várias análises consideram que a letra de Infinita Highway, além do existencialismo, também é inspirada no movimento beatnik, que aconteceu na década de 50. Eles foram uma espécie de antecedentes dos hippies. 

Beatniks
Beatniks / Créditos: Divulgação

O beatnik pregava uma vida livre e, acima de tudo, antimaterialista. Tudo bem que nessa época Humberto Gessinger ainda não tinha nem nascido, mas a ideia até que faz sentido quando analisamos a letra. 

Nessa estrofe, vemos que a música prega uma vida sem grandes pretensões. Afinal, estamos vivos, e isso é tudo. Nos dois últimos versos, ela ainda faz uma referência à lei da estrada: seguir em frente, sempre. 

Quando eu vivia e morria na cidade
Eu não tinha nada, nada a temer
Mas eu tinha medo, medo desta estrada
Olhe só! Veja você

Aqui, o “viver e morrer” na cidade pode ser entendido como o aprisionamento. Apesar de estar vivo, o personagem se sentia morto por estar preso a algo. A cidade simboliza o contrário da estrada, que é a liberdade. 

Na prisão, estamos seguros, não há o que temer. Por isso, tememos o que está fora, temos medo de nos arriscar na estrada desconhecida, que é justamente nosso caminho de libertação. Profundo, né?

Quando eu vivia e morria na cidade
Eu tinha de tudo, tudo ao meu redor
Mas tudo que eu sentia era que algo me faltava
E, à noite, eu acordava banhado em suor

Sabe aquele sentimento chato de que algo está sempre faltando? É disso que a música fala aqui. Uma certa ansiedade por querer algo que não se sabe o que é. Esse “algo”, como a letra vai deixar claro, é a liberdade da infinita highway.

Não queremos lembrar o que esquecemos
Nós só queremos viver
Não queremos aprender o que sabemos
Não queremos nem saber
Sem motivos, nem objetivos
Estamos vivos e é só
Só obedecemos a lei
Da infinita highway

Depois que se pega essa estrada, não existe mais motivo pra voltar atrás. Novamente, a música menciona a lei da infinita highway, que você já sabe qual é: sempre em frente, sem olhar pra trás.

Escute garota, o vento canta uma canção
Dessas que a gente nunca canta sem razão
Me diga, garota: Será a estrada uma prisão?
Eu acho que sim, você finge que não

É só aqui que descobrimos quem é a pessoa a qual o cantor se dirige: uma mulher. Entendemos que é ela quem o convidou para experimentar essa tal liberdade da estrada.

No entanto, os dois últimos versos da estrofe nos trazem uma reflexão nova: não seria a liberdade, também, uma prisão? 

Aqui, precisamos parar para entender um pouquinho do pensamento filosófico de Jean-Paul Sartre, um dos autores favoritos de Humberto Gessinger. 

Sartre
Sartre / Créditos: Divulgação

Sartre diz que liberdade é compromisso, que a partir do momento em que somos livres, assumimos as responsabilidades e as angústias que isso impõe. Resumindo em uma de suas frases mais famosas: estamos condenados a ser livres

Mas nem por isso ficaremos parados
Com a cabeça nas nuvens e os pés no chão
Tudo bem, garota, não adianta mesmo ser livre
Se tanta gente vive sem ter como viver

A cada estrofe, a música nos coloca uma nova reflexão. Agora, ela nos lembra da desigualdade. Como podemos falar em viver a liberdade, se tanta gente vive sem ter como viver? Não seria esse pensamento um tanto egoísta?

Estamos sós e nenhum de nós
Sabe onde quer chegar
Estamos vivos sem motivos
Que motivos temos pra estar?
Atrás de palavras escondidas
Nas entrelinhas do horizonte
Dessa highway
Silenciosa highway

Aqui a música nos fala sobre as confusões da liberdade. Sem ter nada que te guie ou que oriente o caminho, como saber aonde ir?

Essa estrofe também nos traz uma reflexão sobre aquilo que motiva nossa existência. Que sentido estamos dando para a nossa vida? 

Eu vejo um horizonte trêmulo
Eu tenho os olhos úmidos
Eu posso estar completamente enganado, posso estar correndo pro lado errado
Mas a dúvida é o preço da pureza, e é inútil ter certeza
Eu vejo as placas dizendo
Não corra, não morra, não fume
Eu vejo as placas cortando o horizonte, elas parecem facas de dois gumes

Aqui temos mais uma referência a Jean-Paul Sartre, dessa vez com citação direta de um dos pensamentos mais emblemáticos do autor: a dúvida é o preço da pureza.

A reflexão sobre o significado dessa frase já rendeu inúmeras discussões acadêmicas, e não cabe neste texto. O próprio Humberto Gessinger já afirmou que é fascinado por essa frase, porque nunca entendeu o que um existencialista queria dizer com isso

No entanto, podemos entendê-la na música como outra afirmação de que a liberdade de pensamento é mais complicada que a prisão. Saber demais tem consequências drásticas, e para manter a pureza é necessário aceitar as dúvidas.

De que adianta, afinal, saber de tudo? É inútil ter certeza se não se pode usar isso pra nada.

Em outro comentário sobre a música, Gessinger disse que essa parte fala sobre como um GPS pode tirar a graça da estrada. 

Minha vida é tão confusa quanto a América central
Por isso não me acuse de ser irracional
Escute garota, façamos um trato
Você desliga o telefone se eu ficar muito abstrato

Aqui o personagem assume que seus pensamentos são confusos (mas a gente já tinha percebido isso, né?😂). Entretanto, ele pede pra não ser julgado! 

O personagem de Infinita Highway é tão humano quanto qualquer um de nós, amigos. Dá até pra imaginar a pessoa dessa música.

Eu posso ser um beatle, um beatnik
Ou um bitolado
Mas eu não sou ator, eu não tô à toa do teu lado
Por isso, garota, façamos um pacto
De não usar a highway pra causar impacto

Chegando perto do fim, ele conclui: pode ser que todas essas reflexões sejam parte de algo muito maior, ou pode ser que sejam só devaneios mesmo.

O que importa é que são, para ele, a mais pura verdade. Não se trata de modismo ou de exibição.

Cento e dez
Cento e vinte
Cento e sessenta
Só pra ver até quando
O motor aguenta
Na boca, em vez de um beijo
Um chiclet de menta
E a sombra do sorriso que eu deixei
Numa das curvas da highway
Infinita highway

Na última estrofe, a letra faz referência a um carro acelerando. Vamos com tudo, sempre em frente, dando o máximo de nós.

A cada curva da vida, deixamos um pouco do que éramos e nos deparamos com algo totalmente novo. Essa é a lei da infinita highway.

Relembre as melhores músicas do Engenheiros do Hawaii

Agora que você já entendeu (ou não) o que significa a letra de Infinita Highway, que tal continuar relembrando os sucessos da banda?

Vem conferir as 13 melhores músicas do Engenheiros do Hawaii!

As melhores do Engenheiros do Hawaii