Analisando letras

Conheça a história da música Menino do Rio, de Caetano Veloso

Por Camila Fernandes

12 de Janeiro de 2021, às 12:00


O cenário era o Rio de Janeiro do começo da década de 70.

O regime militar estava no auge de sua rigidez e, depois de passar três anos em exílio no exterior, o cantor Caetano Veloso acabava de retornar definitivamente para o Brasil. 

Caetano Veloso e Gilberto Gil exilados na Europa
Gilberto Gil e Caetano Veloso exilados na Europa / Créditos: Divulgação

Aqui, ele descobriu que apesar da censura ainda vigente, a mesma que o havia feito sair do país, os artistas e jovens da época continuavam resistindo por meio da contracultura

Foi nesse contexto que Caetano compôs a música Menino do Rio, imortalizada na voz de Baby do Brasil, que na época ainda era Baby Consuelo. 

Mas, afinal, qual é a verdadeira história da música Menino do Rio? Quem era esse tal menino, e por que Caetano Veloso escreveu uma música pra ele? Continue lendo para descobrir 😉

História da música Menino do Rio

Sim, o menino do Rio é real! Seu nome é José Arthur Machado, mais conhecido como Petit. Mas antes de chegar nessa parte da história, precisamos falar sobre o contexto histórico da época.

O Píer de Ipanema e as Dunas da Gal

No ano de 1971, um píer foi construído na praia de Ipanema, na altura da rua Teixeira de Melo. O objetivo da construção era levar um emissário submarino até o mar, uma estrutura responsável por transportar rejeitos recolhidos na rede de esgoto. 

A princípio, a ideia não parecia nada agradável, mas a estrutura acabou formando um dos maiores points da história do Rio de Janeiro.

Pier de Ipanema
Pier de Ipanema / Créditos: Divulgação

Acontece que, para construir o píer, foi necessário modificar a formação do solo no local. A areia foi retirada do lugar onde fica a estrutura e foi colocada ao redor da faixa de areia que ficava ao lado

Com o vão, a praia ganhou as melhores ondas do Rio — melhores até que as do Arpoador, que era o local preferido dos surfistas. Além disso, a areia colocada em volta formou as dunas, que ficaram conhecidas como Dunas do Barato ou Dunas da Gal.

Se as ondas chamavam atenção dos surfistas, as dunas, que escondiam a praia e garantiam um bom nível de privacidade, atraíram os artistas mais aclamados da época

Dunas da praia do pier de Ipanema
Dunas da praia do pier de Ipanema / Créditos: Divulgação

Circulavam por lá nomes como Caetano Veloso, Baby Consuelo e Gal Costa — que, reza a lenda, foi a primeira a se deitar nas dunas, que ganharam seu nome. 

O Menino do Rio que inspirou a canção

As ondas do Píer de Ipanema atraíram os melhores surfistas cariocas. Entre eles, estava José Arthur Machado, popularmente conhecido como Petit.

Com 14 anos na época da construção, o menino loiro e bronzeado chamava atenção pela beleza e pela habilidade que tinha com a prancha.

Petit, o Menino do Rio
José Arthur Machado, o Petir / Créditos: Divulgação

Petit foi o galã da praia por anos, conhecido e admirado por todos que frequentavam o local, inclusive pelos artistas.

Entre eles, estava a cantora Baby Consuelo, que se tornou uma grande amiga e admiradora do surfista

O nascimento da música

A música Menino do Rio foi composta por Caetano Veloso em 1977 e gravada por Baby Consuelo em 1979.

Dizem que tudo começou em um jantar de casais em que estavam presentes Caetano e Dedé Gadelha, sua esposa na época, além de Petit e Baby Consuelo. 

Durante o jantar, Baby falou sobre a ideia de gravar uma música em homenagem ao surfista, e pediu que Caetano fizesse a composição.

O músico, que estava com seu violão, começou a compor ali mesmo e assim nasceu Menino do Rio. 

A letra faz referências diretas a Petit, ao surf e ao ambiente da época. O surfista realmente tinha a tatuagem de um dragão no braço, algo que ainda era pouco comum entre a classe média na época, e que é citado na primeira estrofe da música.

Menino do Rio
Calor que provoca arrepio
Dragão tatuado no braço
Calção corpo aberto no espaço
Coração, de eterno flerte
Adoro ver-te

Baby Consuelo e Petit
Baby Consuelo e Petit / Créditos: Divulgação

A letra é em primeira pessoa, como se fosse mesmo uma declaração de Baby Consuelo para José Arthur

O fim da carreira de surfista

Infelizmente a carreira de Petit no surf chegou ao fim no ano de 1987. Depois de sofrer um grave acidente de moto, ele ficou em coma por 40 dias e perdeu completamente os movimentos de um lado do corpo

Deprimido com o acidente e com a impossibilidade de voltar a surfar, José Arthur cometeu suicídio dois anos depois, em 1989, aos 32 anos de idade. Apesar da vida curta, o menino do Rio ficou eternizado na música de Caetano Veloso e na voz de Baby do Brasil. 

Saiba mais sobre a intérprete da música

Bernadete Dinorah de Carvalho Cidade nasceu em Niterói em 1982, mas foi no Rio de Janeiro que passou sua infância e adolescência. 

Sempre interessada em música e na carreira artística, a menina enfrentou diversos conflitos com os pais, que não aceitavam suas escolhas

Por isso, acabou fugindo de casa no fim da adolescência e foi para Salvador lutar por uma carreira na música

Baby Consuelo
Baby Consuelo / Créditos: Divulgação

Na capital baiana, Bernadete chegou a passar fome e a morar na rua, cantando em bares em troca de comida. 

Mas também foi lá que ela conheceu Luiz Galvão, Paulinho Boca de Cantor e Moraes Moreira, três músicos iniciantes que estavam começando uma banda. 

Novos Baianos
Os Novos Baianos em 1971 / Créditos: Divulgação

Em 1969 nasceu a banda Novos Baianos e, com ela, o nome artístico de Baby Consuelo como vocalista.

Mais de 50 anos se passaram e os Novos Baianos tiveram diversas idas e vindas. A última reunião do grupo aconteceu em 2015 e durou até 2018

Enquanto isso, Baby se dedicou tanto à banda quanto à sua carreira solo, e deixou sua marca definitiva na música brasileira. 

Relembre a carreira de Caetano Veloso

Agora que você já conheceu a história da música Menino do Rio e já sabe um pouco mais sobre a intérprete que eternizou a canção, que tal relembrar também a história do compositor? 

Vem conferir nossa seleção de 10 músicas para celebrar a carreira de Caetano Veloso!

As melhores músicas de Caetano Veloso

Outros posts que você vai gostar

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.