Analisando letras

A história da música Ave Maria, clássico da igreja católica

Por Érika Freire

25 de Janeiro de 2021, às 12:00


Ave Maria, uma das canções mais tradicionais da igreja católica, se popularizou no mundo inteiro com versões criadas por cantores famosos, como Luciano Pavarotti, André Rieu e até a cantora pop Beyoncé.

Ave Maria
Créditos: Divulgação

Mesmo quem não é religioso certamente já ouviu algumas das versões eternizadas por grandes vozes da música. É muito comum a Ave Maria servir como trilha sonora em festas de Natal, casamentos e bodas, deixando o clima ainda mais especial e repleto de emoção.

Isso porque, não há como negar, a canção é linda e transmite uma enorme sensação de paz

Traduzida para diversos idiomas, Ave Maria se tornou um clássico e a gente vai conhecer um pouco mais dessa história! 

Quem é o autor da música Ave Maria?

A história da música Ave Maria tem início com a oração escrita em latim e baseada no evangelho de Lucas. Em 1859, o compositor francês Charles Gounod criou o que viria a ser a versão mais conhecida da música, a Ave Maria de Gounod.

Na época, Gounod escreveu a música e pegou como base outra criação que Johann Sebastian Bach havia feito 137 anos antes, o Prelúdio nº 1 Em Dó Maior, do primeiro livro de O Cravo Bem Temperado.

O curioso da história é que o compositor Bach era protestante e Gounod católico, então acabou se tornando uma canção feita em parceria por músicos de ideologias religiosas distintas.

A princípio, Gounod nomeou a obra de Meditação e dedicou à sua namorada. Para ser mais justo, o correto é dizer que a primeira versão de Ave Maria foi criada por Gounod e Bach.

Charles Gounod
Charles Gounod / Créditos: Divulgação

Além da melodia de Bach e Gounod, outra bastante conhecida é Ave Maria de Schubert. Vamos ver a diferença entre elas:

Ave Maria de Bach / Gounod

Gounod pegou o Prelúdio nº 1 de Bach, o mais famoso e considerado uma progressão simples de acordes criados pelo compositor, para que os jovens estudantes de música na época pudessem aprender. 

Com isso, em 1859, Gounod fez a melodia para se sobrepor ao prelúdio de Bach e contou, em seguida, com a ajuda de seu sogro, o também pianista Pierre Zimmermann, que fez uma versão para ser tocada com violino e uma adaptação de voz a partir da clássica oração em latim.

Ave Maria de Schubert

Agora, a versão de Ave Maria de Schubert é cantada em alemão e foi composta como parte do Opus 25, para o poema A Dama do Lago, de Walter Scott.

Foi composta em 1885 por Franz Schubert como parte da obra e não uma adaptação da oração como muitos imaginam.

No poema, a personagem Ellen canta e pede proteção depois de se esconder em uma caverna junto de seu pai para escapar da vingança do rei. Ao ouvir o canto da mulher, o líder do clã declara guerra contra o monarca. 

A letra da música não contempla exatamente a oração Ave Maria, mas sim o poema de Scott. Por conta das palavras de abertura, houve um equívoco de relacionar que Schubert teria feito uma melodia para a oração católica. 

O que acabou acontecendo é que a melodia de Schubert foi utilizada em adaptações da oração em latim e assim ficou conhecida

Essa melodia foi aproveitada por grandes nomes da música mundial, como Maria Callas, José Carreras, Andrea Bocelli e Karen Carpenter e por Luciano Pavarotti.

O que significa a expressão Ave Maria

É muito comum o uso da expressão ave maria em nosso cotidiano, que acabou ganhando uma conotação de surpresa, de algo não tão agradável

Mas o real significado da expressão é bem diferente da forma como utilizamos hoje em dia: Ave é uma interjeição que vem do latim e significa felicidade e alegria.

Os romanos costumavam utilizar a expressão como forma de cumprimento, como se fosse um olá, um salve

No período antes de Cristo, por exemplo, os gladiadores do Império Romano saudavam o imperador César sempre antes de uma batalha, dizendo algo do tipo: Ave César, os que vão morrer te saúdam.

Sendo assim, podemos compreender que o significado da expressão Ave Maria é o mesmo que Salve Maria

Ave Maria na versão de famosos

Grandes nomes da música contemporânea reproduziram a versão de Franz Schubert, vamos conhecer alguns deles.

Andrea Bocelli

Andrea Bocelli gravou Ave Maria em um seu álbum Viaggio Italiano, lançado em 1996. A canção está sempre presente no setlist de suas apresentações. 

Luciano Pavarotti

O tenor italiano Luciano Pavarotti cantou a versão de Schubert em 1988, ao lado do cantor francês Charles Aznavour, para arrecadar para as vítimas do tremor Sismo de Spitak. 

Pavarotti também interpretou a canção ao lado de Bono Vox, do U2, em 2003.

André Rieu & Mirusia

O violinista e regente André Rieu e a soprano australiana Mirusia gravaram juntos uma versão de arrepiar de Ave Maria durante uma apresentação em Maastricht, cidade natal de Rieu. 

Padre Marcelo Rossi

Quem também se destacou ao cantar Ave Maria foi Padre Marcelo Rossi. A versão está presente em seu disco Um Presente Para Jesus, lançado em 1999.

Céline Dion

A cantora canadense Céline Dion é mais uma voz que se dedicou a interpretar Ave Maria. A gravação faz parte de seu disco lançado em 1998, These Are Special Times

Beyoncé

A diva Beyoncé causou polêmica quando apresentou Ave Maria no BET Awards de 2009. Muitos consideraram o vestido de noiva com pernas de fora inapropriado pelo fato de ser uma canção religiosa.

Conheça o significado da música Hallelujah

Outra canção que ganhou diferentes versões é Hallelujah, presença frequente nos casamentos. Até o filme de animação Shrek tem uma cena com essa linda canção.

Vem conferir o significado da música Hallelujah, de Leonard Cohen!

Significado da música Hallelujah

Mais conteúdo sobre música cristã

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.