LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Analisando letras

Conheça o significado da música OK OK OK, de Gilberto Gil

Por Érika Freire

19 de Junho de 2020, às 19:00


Gilberto Gil é um músico inovador e se tornou um dos maiores nomes da música brasileira. Começou sua carreira aos 18 anos, quando formou o grupo Os Desafinados, no qual tocava acordeom e vibrafone. 

Foi um dos artistas a criar o movimento cultural Tropicália ao lado de nomes como Caetano Veloso, Torquato Neto, Gal Costa, Os Mutantes e Tom Zé.

análise ok ok ok gilberto gil
Créditos: Divulgação

Para muitos críticos, Gil é um compositor complexo, com canções que sempre carregaram fortes críticas à sociedade e à política.  

Mostrando que é um músico altamente antenado e capaz de se reinventar, Gil lançou a música OK OK OK em 2018, que faz parte do álbum homônimo.

Na letra, o cantor reflete sobre a necessidade de se posicionar e de exigir isso das pessoas. Vamos analisar melhor a canção?  

Significado da música OK OK OK 

Ao escrever a letra de OK OK OK, Gilberto Gil deu uma resposta sobre a necessidade de se posicionar politicamente e de tornar isso público. 

Esse comportamento ganhou força com as redes sociais, que contribuíram para que todos publicassem opiniões sobre qualquer assunto, sendo especialistas ou não. 

Por conta de sua carreira política, quando foi ministro da Cultura, de 2003 a 2008, muitos exigiam que Gil se posicionasse diante do cenário político.

Gilberto Gil ministro da cultura
Gil quando era ministro da Cultura / Créditos: Divulgação

E é sobre essa cobrança que trata a canção, que é uma espécie de resposta. Sutilmente, o cantor manifesta o que pensa em alguns trechos.

A música foi lançada como single do álbum OK OK OK, que foi recebido de forma muito positiva pela crítica, reconhecido como um material nobre, repleto de arranjos e harmonias envolventes. 

Capa do álbum ok ok ok
Capa do álbum OK OK OK / Créditos: Divulgação

Diante de tantas exigências sobre escolher um lado, a música OK OK OK mostra que Gil prefere fazer arte e se dedicar ao que sua alma sempre clamou.

Análise da música OK OK OK 

OK, OK, OK, OK, OK, OK
Já sei que querem a minha opinião
Um papo reto sobre o que eu pensei
Como interpreto a tal, a vil situação 

A repetição do OK na primeira estrofe mostra que Gil está ciente, dando até uma sensação de cansaço ao responder, talvez, algo que não quisesse expor: a sua opinião e visão política. 

Penúria, fúria, clamor, desencanto
Substantivos duros de roer
Enquanto os ratos roem o poder
Os corações da multidão aos prantos

Neste verso, o músico começa a sugerir o que pensa de forma poética ao usar as palavras: penúria, fúria, clamor, desencanto… Essa é a sua sensação ao ver os ratos no poder, enquanto a multidão está aos prantos, perdida. 

Alguns sugerem que eu saia no grito
Outros que eu me quede quieto e mudo
E eis que alguém me pede: Encarne o mito
Seja nosso herói, resolva tudo

Neste trecho, Gil comenta que há pessoas que pedem que ele se manifeste e outros que acham melhor que ele se cale. 

Alguns pedem também que ele se torne o mito que o povo sempre busca, alguém que faça o papel de herói salvador da pátria. 

Dos tantos que me preferem calado
Poucos deles falam em meu favor
A maior parte adere ao coro irado
Dos que me ferem com ódio e terror

Ele enfatiza que há uma maioria que o prefere calado, apesar de poucos buscarem sua opinião e falarem a seu favor. 

Nesta parte da música, o compositor, porém, confessa que a maioria das pessoas prefere a ira, o terror e o ódio. Fica nítida a divisão do povo e Gil, neste caso, parece preferir a calmaria. 

Já para os que me querem mais ativo
Mais solidário com o sofrer do pobre
Espero que minh’alma seja nobre
O suficiente enquanto eu estiver vivo

A música segue em tom de resposta, de pronunciamento, e agora Gil fala com aqueles que preferem que ele seja solidário com o sofrimento do povo.

Que o nobre, nobre mesmo, amava os seus
Prezava mais o zelo e a compaixão
Tratava seu vassalo com afeição
A mesma que pelo cão e o cavalo

Neste trecho, é importante salientar que a palavra nobre é empregada em duplo sentido, significando tanto um título de nobreza como algo verdadeiro. 

E ser nobre na visão do compositor, na verdade, é amar os seus, prezar, zelar e ter compaixão. Jamais tratar com indiferença aqueles que estão em posições menos favorecidas.

Então não falo, músico e poeta
Me calo sobre as certezas e os fins
Meu papo reto sai sobre patins
A deslizar sobre os alvos e as metas

Por isso, mais uma vez ele responde como músico e poeta: prefere se calar e empregar sua energia em seus alvos e metas. 

OK, OK, OK, OK, OK, OK
Sei que não dei nenhuma opinião
É que eu pensei, pensei, pensei, pensei
Palavras dizem sim, os fatos dizem não

Na última estrofe, ele reconhece que continuou sem dar uma opinião mais contundente, tomando algum partido, mas diz que pensou muito e conclui dizendo que palavras dizem sim e os fatos dizem não. 

Saiba mais sobre a história de Gilberto Gil

Cantor, compositor, multi-instrumentista… As multifacetas de Gilberto Gil tornam a sua história de vida ainda mais envolvente e de grande importância para a música brasileira. 

Conheça mais sobre o cantor na biografia de Gilberto Gil.

biografia de gilberto gil

Outras análises de músicas de Gilberto Gil