Analisando letras

A Queda, de Gloria Groove: conheça o significado da música

Por Camila Fernandes

16 de Novembro de 2021, às 12:00


Gloria Groove lançou A Queda no dia 15 de outubro de 2021, e o clipe cheio de significado logo ganhou o primeiro lugar entre os vídeos em alta no YouTube.

Com qualidade artística indiscutível e encenação cinematográfica, a produção chamou atenção do público em todos os aspectos. 

Gloria Groove
Créditos: Divulgação

A Queda é o segundo single do primeiro álbum da cantora e, diferente do tema da música, o novo hit levou o nome de Gloria Groove às alturas.

Mas, qual o motivo de tanto sucesso? Além da qualidade artística já mencionada, o significado da música A Queda tem tudo a ver com o momento atual

A letra, o ritmo, o clipe, os figurinos, a maquiagem — tudo é tão cheio de boas referências que até um fã mais distraído consegue pegar. E aí, bora entender o significado e as referências por trás de A Queda?

Significado da música A Queda, de Gloria Groove

O vídeo de A Queda começa com Gloria Groove vestida de mestre de cerimônias fazendo a abertura de um show de circo. Enquanto anda numa corda bamba, ela canta:

Respeitável público
Um show tão maluco, essa noite, vai acontecer aqui
A gente vai armar um circo, um drama com perigo, 
e nessa corda bamba, quem vai caminhar sou eu

Aqui já temos a primeira grande referência: o circo dos horrores. No fim do século XIX e começo do século XX, as atrações principais nos circos eram seres humanos com anomalias genéticas (albinos, por exemplo) ou pessoas com deficiência, que eram expostas e ridicularizadas na frente da plateia.

Daí nasceu o conceito de freak show, ou circo dos horrores. As pessoas pagavam para ver a humilhação pública daqueles que eram considerados “aberrações”.

A música de Gloria Groove faz um paralelo entre esses circos e a cultura do cancelamento na atualidade, em que todos parecem estar a postos para assistir os deslizes alheios de camarote, como diz a segunda estrofe da letra:

E venha ver os deslizes que vou cometer
E venha ver os amigos que eu vou perder
Não tô cobrando entrada, vem ver o show na faixa
Hoje tem open bar pra ver minha desgraça

Caso Karol Conká

Foi a própria Gloria Groove quem escreveu a letra de A Queda, e a cantora não nega que teve algumas situações pessoais como inspiração

Entretanto, um caso de cancelamento que chamou muita atenção nos últimos tempos também serviu de impulso para a composição da música: a história de Karol Conká, participante do BBB 21 que foi eliminada do reality com a maior taxa de rejeição já vista.

De acordo com Gloria, Karol é uma grande amiga pessoal e profissionalmente, que abriu portas para ela no mundo do entretenimento — foi por causa dela que Gloria Groove chegou ao palco do Rock in Rio pela primeira vez. 

O cancelamento da ex-bbb por causa de suas atitudes no programa se estendem para muito além das câmeras, formando um grande episódio de ódio coletivo. 

É essa cultura do cancelamento que Gloria Groove ironiza no refrão da música, ao convidar o público para assistir sua derrota ao vivo — porque uma carreira sendo destruída chama mais atenção do que uma carreira em ascensão. 

Extra, extra! Não fique de fora dessa
Garanta seu ingresso pra me ver fazendo merda
Extra, extra! Logo logo o show começa
Melhor do que a subida só mesmo assistir a queda

Vale dizer que Gloria afirma não ter tido a intenção de defender as atitudes de Karol, nem de acusá-la por nada — muito pelo contrário, a intenção da música é fazer refletir, porque todos nós já cancelamos alguém em algum momento, mesmo que por um período breve.

Referências musicais e visuais

Antes de seguir com a análise da letra, vale destacar algumas das várias referências que colaboraram para a construção da música e do clipe. 

Além de shows como American Horror Story, A Noiva Cadáver, e O Beijo do Vampiro, a estética do vídeo teve inspiração em personagens como Zé do Caixão e Marilyn Manson, conhecido pelo jeitinho polêmico que é perfeito para as músicas de halloween.

Também podemos citar os vídeos de I Write Sins Not Tragedies, do Panic! At The Disco, e No Place Like Home, do Todrick Hall, como referências visuais.

E, por fim, é impossível negar que a sonoridade da música foi inspirada em um dos vários clássicos da princesinha do pop, If You Seek Amy. Repara só na semelhança, principalmente no refrão!

Segunda parte: a reação?

Após o primeiro refrão, acontece uma virada tanto na letra quanto no clipe. Agora Gloria aparece no vídeo vestida como Lady Leste, a persona criada por ela para ressaltar sua história e construir a narrativa do primeiro álbum. 

Ela é perseguida no vídeo por criaturas estranhas dentro de um esgoto. Como drag queen e artista LGBTQIA+, Gloria Groove sente na pele a discriminação desse falso moralismo que é retratado por ela na música.

De acordo com a cantora, trata-se de uma referência à sujeira e à perversidade da sociedade, que persegue o artista de forma impiedosa e o manipula como uma marionete (assim como o Arlequim, o bobo da corte que aparece no clipe). 

Então pode pá, rá, tá, tá, tá
Podem tentar, mas não vão me pegar
Terror nenhum, dum, dum, dum, dum
Com meu poder, derrubei um por um

Vivem fazendo de tudo pra te atingir
Eles agem como animais
Curiosidade matou o gatinho
Mas essa gatona tá viva demais

Alguns, supostamente fãs, comemoram as vitórias e o sucesso, mas em qualquer deslize estão prontos para assistir a queda.

Daqui do alto, não tô te escutando
Cê vai falando, eu vou faturando
Sei que cê gosta de ouvir os aplausos
Mas gosta muito mais de me ver sangrando

A carapuça serviu
Cadê você? Ninguém viu!
Tô dominando o Brasil
(A pa puta que pariu)

Por fim, Gloria deixa um questionamento: os haters são sempre os outros? No último refrão da música, a compositora altera a letra para a primeira pessoa, mostrando que nós também estamos a postos para assistir os erros dos outros.

Extra, extra! Não fico de fora dessa
Já tenho o meu ingresso pra te ver fazendo merda
Extra, extra! Logo logo o show começa
Melhor do que a subida só mesmo assistir a queda

É uma ordem: ninguém pode ficar parado

Apesar da letra cheia de significado e com crítica social fortíssima feita por Gloria Groove, a música A Queda não peca no ritmo animado, né?

E por falar em dançar, vem conferir essa seleção com as melhores playlists de funk pra ninguém ficar parado!

Playlists de funk