The Script For My Requiem

Blind Guardian

Original Tradução Original e tradução
The Script For My Requiem

Hallowed be the fatherland
god he knows
how long I'd been away
from here I did start for a search so
full of decease
I still hear my cryouts
from the old cellar's inside

Born in the days of medieval
my inner voice
is alway asking why

I came from nowhere
without a task, without a name
no fear of evil
fate, so god please lead me through
forgotten realms
mysterious dreams
in sunless rooms I'd sworn
I'll finish what I started, once
I'll find my holy grail
in the holy land

Ref.:
Returning of the miracles
it's my own requiem
the jester's tears
they are inside me
agony's the script for my requiem
Returning of the miracles
it's my own requiem
is the script already written
jester's tears I cry
yes, I cry

I went out of my mind
in desert lands
insanity's pawn
out of control
much too long I've been isolated
from my thoughts
enclosed by the leader's spell
bewildered to marc
as a glory knight
and I tried

Still I hear the scream of thousands:
"Crucify, crucify
Take it all
our gold, our home, our life,
but we didn't kill your Christ!!
Reach out for your holy grail
enslave us and make us
your god's sacrifice!!"

Ref.

(Solo)

Still I'm confused
if I was dreaming
too late I realized
I'd been another fool
I pay the price

Returning of the miracles
it's my own requiem
the jester's tears
they are inside me
agony's the script for my requiem
Returning of the miracles
it's my own requiem
is the script already written
jester's tears I cry

O Roteiro Para o Meu Réquiem

Santificada seja a pátria
Deus sabe
Quanto tempo estive longe
Daqui eu comecei a procura
Tão cheia de doença
Eu ainda ouço meus lamentos
Dentro do velho porão

Nascido em dias medievais
Minha voz interior
Está sempre perguntando por quê

Eu vim de lugar algum
Sem uma tarefa, sem um nome
Sem medo do mal
Destino, então Deus, por favor, conduza-me através de
Reinos esquecidos
Sonhos misteriosos
Em quartos sem sol eu jurei
Eu terminarei o que um dia comecei
Eu encontrarei meu cálice sagrado
Na terra santa

Refrão:
Retorno dos milagres
É o meu próprio réquiem
As lágrimas do bobo da corte
Elas estão dentro de mim
Agonia é o roteiro para o meu réquiem
Retorno dos milagres
É o meu próprio réquiem
O roteiro já está escrito?
Lágrimas de bobo da corte eu choro
Sim, eu choro

Eu perdi a cabeça
Em terras desertas
Peão da insanidade
Fora de controle
Por muito tempo estive isolado
Dos meus pensamentos
Cercado pelo feitiço do líder
Desorientado para marchar
Como um cavaleiro glorioso
E eu tentei

Ainda eu ouço o grito de milhares:
"Crucifiquem, crucifiquem"
"Levem tudo
Nosso ouro, nossos lares, nossa vida,
Mas nós não matamos o seu Cristo!
Nos salve desta chuva maldita
Escravize-nos e faça de nós
Um sacrifício para seu deus!?

Refrão

(Solo)

Ainda estou confuso
Se eu estava sonhando
Tarde demais eu percebi
Que fui outro tolo
Eu pago o preço

Retorno dos milagres
É o meu próprio réquiem
As lágrimas do bobo da corte
Elas estão dentro de mim
Agonia é o roteiro para o meu réquiem
Retorno dos milagres
É o meu próprio réquiem
O roteiro já está escrito?
Lágrimas de bobo da corte eu choro

Composição: André Olbrich / Hansi Kürsch
Legendado por Davi. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog