A Dama do Vestido Longo

Barrerito

Com o rosto triste por de traz da maquiagem
Onde ela tenta esconder imensa dor
Vestido longo, transparente e sensual
Sobre a luz negra de um salão multi cor

é fim de noite e a boate esta vazia
E a cidade já começa despertar
Todos os boêmios já se foram embora
E aquela dama se prepara pra deitar

Senta na cama em frente à penteadeira
Vê no espelho o seu rosto abatido
Neste momento com os olhos rasos d'água
Vê seu futuro totalmente destruído

O sono chega e a envolve de mansinho
Quando ela sonha ser rainha de um lar
Por que num mundo onde ninguém é perfeito
Ela também tem o direito de sonhar

Senta na cama em frente à penteadeira
Vê no espelho o seu rosto abatido
Neste momento com os olhos rasos d'água
Vê seu futuro totalmente destruído

O sono chega e a envolve de mansinho
Quando ela sonha ser rainha de um lar
Por que num mundo onde ninguém é perfeito
Ela também tem o direito de sonhar

Composição: Alcino Alves / Praense
Enviada por ANDREA. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Barrerito

Ver todas as músicas de Barrerito