Runaway Train

Avantasia

Original Tradução Original e tradução
Runaway Train

Goodbye
Your pocket full of dreams
Your mind in a daze
Keep on chasing rainbows
Fly high
Leave the past behind
The dark road you take bears no escape

In a world of grand illusions
Where love is just a dream
You gotta make your sacrifices
Time to pick your poison

The fool is he who is noble minded
And bellies up to poverty
He's not a king in the world of diamonds
Paling into oblivion

I lay down my soul for glory
I've given a life away
Don't know if I am sorry
Blind me, blind me

Don't know where I'll be going
I gotta get away
From the pain of recollection
Drawn into the faint

Hang on to a runaway train
No turning back
Tethered to a runaway train
Take me away
Torpid in the wind and rain
No turning back
Hang on to a runaway train
Take me away

If I'm a stranger to myself
Then I better gotta stay away
Even better gotta get away, get away
Time to pick my poison

Feel the devil sitting in my neck
Straight ahead into the unknown
Oh father I forgive you for I
Don't know what I'm doing

It's only human nature
To keep away from pain
Take a train to ecstasy oh
Ride on, ride on

Inhale the scent of heaven
Respire the smell of fame
You've been to hell and back
You can't change things anyway, no

I hang on to a runaway train
No turning back
Tethered to a runaway train
Take me away
Torpid in the wind and rain
No turning back
I hang on to a runaway train
Take me away

Reaching out to rule the world
you'll watch the mirror shatter
As you'll be dazzled by the sight
Once only diamonds mattered

How can you justify the way
When you wake up screaming
Will you pretend that you were blind
When you were really seeing

Your image everywhere
The looking glass: a sheet of ice
It's thick enough to dance on
In a frozen realm of lies

But the ice will break
And you will scream repenting
Oh boy the ice will break
You'll just feel your heart rending

Riding on to a world of funny flowers
Riding on to the white wide world
If coming back would hurt my pride
I rather take another ride
Riding on, winter on the mirror
Riding on into the unknown
If I'll awake in pain one day
I gotta catch just one more train

Days gone by
Who'd wanna live forever
On our knees up your road
Paved with good intentions
Fly high
Where angels can't breathe no more
Some dare to go blind
Some stay behind

I hang on to a runaway train
No turning back
Tethered to a runaway train
Take me away
Torpid in the wind and rain
No turning back
I hang on to a runaway train
Take me away

Hang on to a runaway train
No turning back
Tethered to a runaway train
Take me away
Torpid in the wind and rain
in the wind and rain
I hang on to that runaway train

Trem Desgovernado

Adeus
Seu bolso cheio de sonhos
Sua mente entorpecida
Continue caçando o arco-íris
Voe alto
Deixe o passado para trás
A estrada escura que você toma não tem saída

Em um mundo de grandes ilusões
Onde o amor é apenas um sonho
Você tem que fazer sacrifícios
É hora de escolher o seu veneno

O tolo é aquele que tem um nobre espírito
E se encaminha à pobreza
Ele não é um rei no mundo dos diamantes
Empalidecendo no esquecimento

Eu entreguei minha alma por glória
Joguei uma vida fora
Não sei se estou arrependido
Me cegue, me cegue

Não sei para onde eu irei
Tenho que fugir
Da dor da lembrança
Atraída pelo fracasso

Agarro-me a um trem desgovernado
Não volte atrás
Amarrado a um trem desgovernado
Leve-me embora
Entorpecido pelo vento e chuva
Não volte atrás
Agarro-me a um trem desgovernado
Leve-me embora

Se eu for um estranho para mim mesmo
Então é melhor eu ficar longe
Melhor ainda tenho que ir embora, ir embora
É hora de escolher o meu veneno

Sinto o diabo sentado no meu pescoço
Frente ao desconhecido
Oh pai, me perdôe
Não sei o que estou fazendo

É apenas a natureza humana
Para manter-se longe da dor
Pegue um trem para o êxtase
Viaje, viaje nele

Inale o aroma do céu
Respire o cheiro da fama
Você foi ao inferno e voltou
Você não pode mudar as coisas mesmo, não

Agarro-me a um trem desgovernado
Não volte atrás
Amarrado a um trem desgovernado
Leve-me embora
Entorpecido pelo vento e chuva
Não volte atrás
Agarro-me a um trem desgovernado
Leve-me embora

Se esticando para dominar o mundo
Você vai ver o espelho se quebrando
Você vai se deslumbrar com esta visão
Um dia só os diamantes importavam

Como você pode justificar o caminho
Quando você acorda gritando
Você fingirá que era cego?
Quando na verdade você estava vendo

Sua imagem em todos os lugares
O espelho: Uma folha de gelo
É grossa o suficiente para dançar por cima
Em um reino congelado de mentiras

Mas o gelo vai se quebrar
E você vai gritar arrependido
Oh garoto, o gelo vai se quebrar
Você só sentirá seu coração se rasgando

Passeando em um mundo de flores engraçadas
Passeando num amplo mundo de paz
Se voltar fosse ferir o meu orgulho
Eu preferiria tomar um outro rumo
Passeando, inverno no espelho
Passeando, rumo ao desconhecido
Se acordarei com dor algum dia
Terei que pegar mais um trem

Dias passados
Quem não quer viver para sempre
De joelhos em seu caminho
Pavimentado com boas intenções
Voe alto
Onde os anjos não podem mais respirar
Alguns se atrevem a ficar cegos
Alguns ficam para trás

Agarro-me a um trem desgovernado
Não volte atrás
Amarrado a um trem desgovernado
Leve-me embora
Entorpecido pelo vento e chuva
Não volte atrás
Agarro-me a um trem desgovernado
Leve-me embora

Agarro-me a um trem desgovernado
Não volte atrás
Amarrado a um trem desgovernado
Leve-me embora
Entorpecido pelo vento e chuva
Pelo vento e pela chuva
Agarro-me a um trem desgovernado

Composição: Tobias Sammet
Enviada por Raphael e traduzida por thaysa. Legendado por Leandro e João. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog